Sal preto: Como usar, onde comprar e 1 receita fácil

  • atualizado: 
sal preto

 

Falamos há pouco sobre os diferentes tipos de sal e quais as finalidades de cada um deles na culinária e os benefícios para a saúde. Hoje falaremos sobre mais sobre um desses tipo de sal, o Sal Preto, você conhece?

O que torna o sal preto e determina o seu sabor é a forma como ele foi extraído e o local onde foi produzido. Os dois tipos mais conhecidos são o Sal Preto do Himalaia (Kala Namak) e o Sal Preto do Hawaí.

Por essa razão se faz necessário aprender um pouco mais sobre essa especiaria, uma vez que possui propriedades naturais benéficas para o corpo e também confere sabor e aroma diferentes aos pratos.

Aroma? Sim! Aroma! Embora o sal não tenha cheiro, algumas pesquisas mostraram que o Sal Preto possui um aroma defumado, além de sabor de ovo. Será mesmo? Cabe a nós estudar um pouco mais e experimentar para conferir.

Neste artigo vamos falar sobre:

1. O que é sal preto?

O nome é dado pela sua cor embora o sal preto do Himalaia (Kala Namak) não seja propriamente negro e tenha nuances de rosa e violeta. 

Origem do sal preto

O sal preto provém de duas regiões. Uma é a Ilha Malokai no Hawaí, onde o sal preto é produzido de forma artesanal misturando as pedras de sal com lava vulcânica. E a outra é o Sul da Ásia, de onde vem o nome do sal preto do Himalaia, ou, Kala Namak, um sal não refinado com um forte sabor de enxofre devido aos compostos contidos neste mineral (uma halita, a forma natural do cloreto de sódio). 

O Kala Namak, que também recebe o nome de Sanchal, é originário das minas vulcânicas do norte da Índia, do Paquistão e dos lagos salgados de Sambhar ou Didwana no Rajastão (Índia). O sal preto é uma variação do sal rosa do Himalaia, o qual é aquecido a uma temperatura de 900º e cozido por 36 a 48 horas e quando começa a ferver é adicionado 1% de salsola stockissi (arbusto que contém carbonato de cálcio) para aumentar o PH deste sal.

Durante o processo de cozimento, são retiradas amostras e adicionadas especiarias que darão o sabor equilibrado ao sal preto. Devido a todo esse processo, sua coloração muda passando do rosa ao violeta. Por isso o nome “sal preto”.

2. Benefícios e propriedades nutricionais

O sal preto tem se tornado bastante popular nos últimos tempos em virtude dos benefícios que confere para a saúde e a capacidade de armazenar alimentos. Devido à presença de ferro e outros nutrientes, dentre eles um componente sulfuroso comparado às gemas de ovos cozidas, o sal preto é considerado por muitos nutricionistas e especialistas em alimentação como o tipo de sal mais saudável de todos.

Além de ser considerado a melhor alternativa ao sal marinho comum, o sal preto vem sendo bastante testado no tratamento de alguns problemas simples de saúde, mas claro, essas informações são apenas pesquisas e não devem ser adotadas como tratamentos substitutos aos que o médico especialista indicar.

No entanto, é importante saber que os benefícios que o sal preto possui podem ajudar a amenizar alguns sintomas como:

  • Hipertensão
  • Azia
  • Constipação
  • Prisão de ventre
  • Problemas nas articulações
  • Problemas respiratórios
  • Colesterol
  • Osteoporose
  • Diabetes
  • Espasmos musculares
  • Cólicas
  • Depressão

Segundo a medicina Ayurveda, o sal preto possui propriedades terapêuticas e, ao contrário do sal comum, ele não aumenta o teor de sódio no sangue. Apesar dos benefícios para o estômago, se consumido em excesso poderá baixar demais a acidez do suco gástrico e atrapalhar a digestão, devido ao alto teor de enxofre.

Apenas uma pitada de sal preto é capaz de evitar problemas gástricos e digestivos, principalmente para bebês.

Além dos benefícios para a saúde, o sal preto também é utilizado como um complemento para a beleza, sendo uma alternativa a ser considerada para cuidar da pele e dos cabelos.

Seja no banho ou na alimentação, o sal preto pode conferir benefícios como:

  • Relaxamento
  • Limpeza de pele
  • Fortalecimento dos cabelos
  • Anticaspa

3. Diferenças em relação aos outros tipos de sal

Complementando um dos nossos artigos, existem diversos tipos de sal e, apesar da indicação de consumo moderado, todos eles têm a finalidade de regular a quantidade de água em nosso organismo, além de dar sabor aos alimentos que consumimos.

O problema está não só na quantidade consumida, mas na produção de cada um deles. O sal refinado por exemplo, é o mais utilizado e passa por um processo de industrialização que envolve a utilização de soda cáustica e hidróxido de alumínio na composição.

Ao longo da vida, o consumo de sal refinado, mesmo que não seja em excesso, pode resultar em problemas graves de saúde como hipertensão, osteoporose e retenção de líquidos. Por isso, é importante analisarmos a qualidade dos alimentos que consumimos, principalmente dos condimentos adicionados a eles.

Como o sal é o condimento mais utilizado para dar sabor aos nossos pratos, o ideal é optar por versões mais “integrais” que conferem ao produto a preservação dos nutrientes e minerais essenciais para o bom funcionamento do organismo. Como é o caso do sal preto que além de ferro e minerais, o enxofre em sua composição faz com que seu PH seja elevado, o que ajuda a tratar os problemas relacionados ao estômago.

De acordo com químicos e especialistas, o cloreto de sódio é um componente químico que está presente em todos os tipos de sais. A diferença entre os tipos de sal está na forma como são preparados, com a fusão de argila, lavas vulcânicas, algas, ervas e especiarias na preparação, o que garante sabores diferenciados e aromas sofisticados a eles.

4. Sugestões de uso

Além do convencional, que é substituir o sal comum no preparo dos alimentos, existem outras utilidades do sal “vulcânico” para nossas vidas. Uma delas como já mencionamos é a utilização desta especiaria como um aliado para a beleza.

Seja no banho, no lugar do sabonete por exemplo, também é possível colocar uma dose de sal preto em óleos e cremes hidratantes para fazer uma esfoliação de pele ou para limpar a pele de dentro para fora.

5. Esfoliante de Pele

INGREDIENTES

  • 4 xícaras de sal preto não refinado
  • 1 xícara de bicarbonato de sódio
  • 1 sal de base de copo (azeitona / coco / jojoba)
  • 10 a 12 gotas de óleo essencial de sua preferência

MODO DE PREPARO

  • Misture todos os ingredientes e está pronto. Importante lembrar que a dosagem de bicarbonato de sódio e do sal varia de acordo com o tipo de pele, portanto fique atento e faça os devidos testes.
  • Depois de pronto é só utilizar no banho fazendo movimentos circulares, evitando regiões genitais e não usar sabonete após a esfoliação.

6. Solução para limpeza de pele

INGREDIENTES

  • 1 xícara de sal preto
  • 1 colher de madeira ou cerâmica
  • 1 frasco de vidro
  • 2 xícaras de água destilada

MODO DE PREPARO

  • Coloque o sal no frasco e cubra com água destilada.
  • Misture e deixe a mistura descansar durante a noite. Pela manhã, certifique-se que o sal foi diluído na água.
  • Consuma 1 colher de chá diluída em um copo de água morna logo pela manhã em jejum.
  • Essa medida ajudará na desintoxicação do corpo, limpando intestinos e rins.

Devido à carga energética que lhe confere, o sal preto também é muito utilizado por especialistas em magias, banhos de descarrego e práticas relacionadas.

7. Onde comprar e quanto custa o sal preto

Por se tratar de um produto natural, o sal preto é facilmente encontrado em sites como Mercado Livre e varia na faixa de R$ 18,00 a R$ 25,00 o quilo. No entanto, é importante estar atento ao laudo, pois hoje em dia existe muita fraude de lojas que comercializam produtos de baixa qualidade, onde o sal preto pode vir com impurezas e não ter as propriedades originais.

8. Receita com sal preto

Por fim, separamos uma receita muito sofisticada e bastante apetitosa de Ovo Mollet com Shiitake, Azeite trufado e Sal Negro do Hawaii, em que o gastrônomo e sommelier Flávio Fischer ensina e explica mais sobre como utilizar o sal preto, suas propriedades, dicas de consumo e muito mais!

Veja aqui o vídeo, acompanhar o preparo e anotar os ingredientes. Reparem que o sal preto é colocado no final do preparo, como ingrediente principal, para que se possa apreciar melhor o sabor.

Esperamos que tenham gostado das dicas, seja para consumo, seja como sugestão de banho relaxante, aproveite os benefícios do sal preto para energizar e purificar a sua saúde!

 

Veja aqui mais sobre sal:

setaSAL AMARGO: DESCUBRA TODOS OS USOS E BENEFÍCIOS

setaO QUE ACONTECE AO NOSSO CORPO SE COMERMOS SAL ROSA DO HIMALAYA EM VEZ DE SAL COMUM?

setaSAL, ASSASSINO SILENCIOSO: 5 ALIMENTOS INSUSPEITOS QUE MAIS CONTÊM SAL

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!