Abuso emocional: 5 táticas de manipulação que a gente não percebe

abuso-emocional

Abuso não é apenas físico, também pode ser emocional, mental e verbal. No entanto, enquanto a violência física é óbvia, outras formas de abuso permanecem ocultas e são difíceis de detectar, até mesmo para a mesma pessoa que, infelizmente, a sofre.

Algumas pessoas conscientes ou inconscientemente, pensam que têm o direito de manipular os outros à vontade, a fim de obter benefícios para si. Com seus comportamentos causam tristeza e a longo prazo infligem sofrimento.

Conheça algumas técnicas de manipulação relacionadas ao abuso emocional, para saber reconhecê-las e sair desse jogo perigoso o mais rápido possível.

1. Crítica destrutiva

abuso emocional 1

Crítica destrutiva é quando uma pessoa tende a destruir o outro com tons excessivos e fazendo passar por verdadeiras algumas declarações flagrantemente falsas. A crítica destrutiva serve para apenas humilhar o outro e não contém, geralmente, nenhuma verdade. Quem despreza os outros desta forma, muitas vezes só pretende fazer brilhar a si mesmo mas, mais cedo ou mais tarde, o truque será descoberto.

2. Silêncio

abuso emocional 2

Até o silêncio pode se tornar uma tática de abuso emocional e de manipulação, quando achamos que precisamos obter uma resposta importante de uma pessoa e eis que nos deparamos com um muro de silêncio, erguido por qualquer meio de comunicação que se tente entrar em contato. O silêncio provoca insegurança, ansiedade e diminuição da autoestima.

3. Projeção

abuso emocional 3

No abuso emocional pode acontecer que uma pessoa projete sobre a 'vítima' a sua própria insegurança, os seus próprios medos e problemas. Por exemplo, tende-se a fazer acusações de mentiras e infidelidades quando é a própria pessoa que esconde a verdade e ou que trai. Isso pode criar uma grande confusão e fazer com que aqueles que sofrem o abuso emocional, duvidem de si mesmos.

4. Fazer-se de vítima

abuso emocional 4

Esta é uma forma de abuso emocional onde o manipulador precisa para atrair para si a atenção dos outros, a fim de finalmente sentir-se importante e querido. Quem se apresenta como vítima tende a descarregar suas responsabilidades sobre os outros e pode até acusá-las de ter agido de forma errada se eximindo da tarefa de cuidar de si mesmo.

5. Ameaças indiretas

Devemos prestar muita atenção nos lobos disfarçados de ovelhas, ou seja, naquelas pessoas que em seus discursos aparentemente calmos e inocentes, escondem acusações e ameaças às outras pessoas.

Leia mais sobre os segredos para ser feliz: 

PESSOAS TÓXICAS: OS 10 TIPOS MAIS COMUNS PARA MANTERMOS DISTÂNCIA

AUTOSSABOTAGEM: 10 PENSAMENTOS QUE MINAM A TUA FELICIDADE

O LADO BOM DA SOLIDÃO