Esta película pode economizar 10% da sua conta de luz

  • atualizado: 

Para combater o calor, o ar-condicionado é o instrumento mais frequentemente usado, ainda que com grande impacto para o meio ambiente e na conta de luz. Mas agora uma nova invenção do MIT poderia reduzir custos e diminuir a necessidade do ar condicionado. É uma película transparente especial, capaz de rejeitar até 70% do calor solar recebido.

Para combater o calor do verão, os escritórios e as residências tendem a usar ar condicionado de maneira exagerada e até irresponsável (muitos lugares querem transformar o verão em inverno). Mas agora os engenheiros do MIT desenvolveram esta película para ser aplicada nas janelas dos edifícios, para repelir o calor do sol que irradia.

A película é capaz de permanecer transparente abaixo dos 32 graus Celsius. Acima dessa temperatura, segundo os pesquisadores, ela age como um "sistema autônomo" e rejeita o calor. Os cientistas estimam que, se todas as janelas dos edifícios fossem cobertas dessa maneira, o ar condicionado e os custos de energia diminuiriam em pelo menos 10%.

A película é comparável a um invólucro de plástico transparente e as suas propriedades de rejeição do calor são devidas à presença de micropartículas feitas com um material de mudança de fase, que se restringe se exposto às temperaturas igual ou acima dos 32 graus Celsius. Em suas configurações mais compactas, as micropartículas dão à película normalmente transparente, um acabamento mais translúcido ou acetinado.

vidro calor 2

No verão, esta película poderia resfriar passivamente um edifício, permitindo a entrada de uma boa quantidade de luz. Nicholas Fang, professor de engenharia mecânica do MIT, argumenta que o material oferece uma alternativa econômica e eficiente, em termos de energia, às tecnologias jà existentes de janelas inteligentes.

Para demonstrar isso, os pesquisadores do MIT, em colaboração com colegas da Universidade de Hong Kong, iluminaram uma janela coberta com esta película com a luz produzida por um simulador solar, e notaram que a película ficou fria em resposta ao calor. Quando mediram a irradiação solar através do outro lado da janela, descobriram que o filme era capaz de repelir 70% do calor produzido pela lâmpada.

 
"As janelas inteligentes atualmente no mercado não são muito eficientes em rejeitar o calor do sol ou, como algumas janelas eletrocrômicas, poderiam precisar de mais energia", disse Fang. "Calculamos que, para cada metro quadrado, são introduzidas pela luz do sol através de uma janela, cerca de 500 watts de energia sob a forma de calor".

Fantástico! O estudo foi publicado na revista Joule.

Talvez te interesse ler também:

AR-CONDICIONADO: 7 ERROS A EVITAR PARA PODER ECONOMIZAR ENERGIA

COMO ALIVIAR O CALOR (SEM LIGAR O AR-CONDICIONADO) EM 8 DICAS

10 ELETRODOMÉSTICOS QUE MAIS GASTAM ENERGIA AINDA QUE DESLIGADOS

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!