Tragulus versicolor
Tragulus versicolor

Lost and found: espécie animal considerada extinta, foi encontrada depois de 30 anos

O chevrotain, conhecido como cervo-rato, é um “veado” em miniatura do Vietnã, que estava dado como extinto pela ciência há cerca de 3 décadas mas, após armadilha fotográfica nas florestas costeiras vietnamitas terem registrado a presença desse animal, veio a comprovação que ele ainda existe.

Esse foi o primeiro importante passo dado para a preservação dessa espécie fascinante que vive nas diversas florestas tropicais do sudeste da Ásia, uma região onde os animais estão ameaçados pela caça furtiva com o uso de armadilhas.

O último registro científico conhecido desse animal remonta à década de 1990, quando um caçador matou um cervo-rato e isso chegou ao conhecimento dos cientistas.

Como é o Cervo-Rato

O cervo-rato (Tragulus versicolor) é um animal pequeno, do tamanho de um coelho, com uma pelagem de duas cores, a cabeça e a parte frontal do corpo são de cor de ferrugem, enquanto a área traseira é cinza-prateada.

O animal apresenta manchas esbranquiçadas, geralmente no nível do pescoço, e dois caninos particularmente desenvolvidos, no formato de pequenas presas.

Causas da redução da espécie

Esse animal é presa de leopardos, cães selvagens e pitões, porém, para os cientistas a razão principal para a diminuição da população dessa espécie foram as armadilhas feitas por caçadores que provocaram a matança desses pequenos espécimes, contribuindo para “aparente extinção” deles.

Como ocorreu o registro das imagens da existência do Cervo-Rato

Após relatos de moradores locais e guardas-florestais vietnamitas, que alegaram ter visto alguns espécimes de Cervo-Rato, uma equipe de cientistas colocou três armadilhas fotográficas em diferentes áreas da floresta, para averiguar o fato. 

Para nossa alegria, as armadilhas captaram até 275 fotos do animal em 72 eventos separados, durante o período de cinco meses.

Os pesquisadores instalaram mais outras 29 câmeras na mesma área e obtiveram mais 1.881 fotografias, registrando 208 avistamentos independentes.

Veja neste vídeo do canal Mongabay algumas imagens do cervo-rato, registradas pelas câmeras.

Reencontrado, mas continua ameaçado

Não está claro quantos animais da espécie estão representados nas fotografias e qual é o número de animais presentes na floresta, entretanto é certo que o cervo-rato ainda vive na Natureza, ao contrário do que se acreditava.

Os resultados dessa pesquisa foram publicados na revista Nature Ecology and Evolution e os pesquisadores apontam que a surpreendente descoberta traz à tona a necessidade de ações urgentes para proteger o que ainda resta ainda desta população, bem como a de outras espécies ameaçadas.

Uma das principais prioridades é combater o uso de armadilhas e a caça de animais selvagens, uma medida que protegerá não apenas o cervo-rato, mas também o resto da fauna, incluindo numerosos mamíferos e aves encontradas apenas nesta área e que estão ameaçadas de extinção.

A caça ilegal, motivada pela demanda do consumo da carne de animais selvagens no leste da Ásia levou ao desaparecimento de inúmeras espécies, porque as armadilhas capturam e matam indiscriminadamente qualquer animal que circula pela floresta.

A redescoberta do cervo-rato reacendeu as esperanças de que outras espécies que os cientistas consideraram extintas, possam ainda ser reencontradas na Natureza.

Preservação

Para encontrar as espécies perdidas, os pesquisadores precisam da colaboração das comunidades locais, como aconteceu com o cervo-rato. 

Os relatos e o conhecimento do território pelos moradores foram fundamentais para o trabalho dos cientistas, que de outro modo seria difícil descobrir a localização de onde vivem os animais desta espécie.

Ainda bem, que apesar da caça, esta espécie dada como extinta reapareceu por ter conseguido sobreviver e seguir com vida!

Agora cabe ao ser humano apoiar a preservação do cervo-rato para que sua espécie continue vivendo nas florestas asiáticas, e sem risco de extinção. Eles são uma fofura com essa carinha de metade rato metade cervo.

Talvez te interesse ler também:

INCÊNDIOS NA AUSTRÁLIA: A MULHER QUE SALVOU UM COALA, ARRISCANDO-SE ENTRE AS CHAMAS

ENCONTRA UM FILHOTE FERIDO EM SEU JARDIM E DESCOBRE QUE SE TRATA DE UM DINGO, ESPÉCIE EM EXTINÇÃO

UMA DAS AVES DE RAPINA MAIS IMPRESSIONANTES DO MUNDO CORRE SÉRIO RISCO DE EXTINÇÃO

Fonte foto: Instagram

Sobre Deise Aur

Avatar
Professora, alfabetizadora, formada em História pela Universidade Santa Cecília, tem o blog A Vida nos fala e escreve para GreenMe desde 2017.

Veja Também

Playground de pandas: uma fofura de lugar para preservar esse animal fofo!

O panda quase entrou em extinção, existem poucos indivíduos da espécie, e os que restam, …