Óleo nas praias de Pernambuco e Alagoas. Mistério! É novo ou seria aquele antigo?

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin

O óleo voltou a aparecer nas praias nordestinas, ou talvez nem tenha desaparecido completamente. A origem do material ainda é desconhecida, mas acredita-se que tem a ver com aqueles vestígios de petróleo que poluíram a costa nordestina em 2019.

Segundo informações da Agência Brasil, o óleo apareceu nas praias de Cupe (Porto de Galinhas), Muro Alto e Tamandaré, ambas em Ipojuca (PE). As amostras foram colhidas pelas autoridades públicas e ainda estão em análise para que seja confirmada a procedência.

Esse caso está sendo investigado pela Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Pernambuco (Semas-PE), pela Agência Nacional do Meio Ambiente, pelo Ibama, pela Capitania dos Portos e prefeituras.

Todos eles estiveram nos locais atingidos e os técnicos envolvidos desconfiam que os vestígios encontrados estavam em repouso no fundo do oceano. Suspeita-se que o desprendimento desse óleo foi causado pela ação das correntes marítimas combinadas a fatores meteorológicos.

Já em Alagoas, o óleo foi encontrado nas praias Lagoa do Pau (Coruripe) e Lagoa Azeda (Jequiá da Praia). De acordo com a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), mais de 2.250 toneladas de resíduos foram recolhidos até novembro de 2019 na região.

A Agência Brasil destacou que até o dia 20 de março, foram contabilizadas pelo Ibama cerca de 130 cidades de 11 estados contaminadas por óleo. Toneladas de óleo foram recolhidas de praias, manguezais,  costões e outros locais.

Um ano faz…

Importante lembrar que em agosto deste ano, o desastre ambiental ocasionado pelo óleo completará um ano e continua sob investigação da Marinha e da Polícia Federal (PF), com o acompanhamento da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI).

Apesar do “respiro” que as praias tiveram por causa da pandemia de coronavírus, elas continuam sofrendo as consequências de um crime cometido por todos nós, mesmo que indiretamente. As causas do ressurgimento de óleo nas praias nordestinas precisam ser investigadas para que novos desastres sejam evitados no futuro.

Talvez te interesse ler também:

Óleo no Nordeste: o que de pior ainda está por vir?

Óleo do Nordeste, o desastre continua: praias, mangues, rios contaminados. São quase 1000 localidades

Resíduos do vazamento de óleo encontrado em praias do Nordeste estão sendo usados na fabricação de cimento

Condividi su Whatsapp Condividi su Linkedin
Formada em Administração de Empresas e apaixonada pela arte de escrever, criou o blog Metamorfose Ambulante e escreve para GreenMe desde 2018.
Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

Siga no Instagram
Siga no Facebook