Nasa pretende explorar Lua de Júpiter em missão após 2020

Nasa pretende explorar Lua de Júpiter

A Nasa, agência espacial americana, colocou à parte um orçamento de 15 milhões de dólares para a missão que deverá verificar a existência de água na Europa, lua de Júpiter onde possivelmente haveria vida.

Os detalhes não foram divulgados, apenas foi confirmado que a missão terá início na próxima década.

Cientistas acreditam que a Europa é um lugar promissor para a vida. Em 2013 foram descobertos jatos d'água sendo expelidos através do gelo que cobre a lua Europa. Segundo Lorenz Roth, cientista do Southwest Research Institute, do Texas, o vapor d’água emergiu do subterrâneo de Europa. "As descobertas são muito promissoras. Essas colunas (d’água) podem estar levando material do oceano. Talvez haja até moléculas orgânicas na superfície de Europa", disse James Green, diretor de divisão de ciência planetária da Nasa, a agência espacial americana.

Europa, lua que pode abrigar vida

Europa, é o quarto maior satélite natural do planeta Júpiter, descoberta por Galileu em 1610. A Europa tem cerca de 3121 km de diâmetro, a superfície é composta por gelo, lisa com poucas crateras e com zonas raiadas de cor avermelhada, essas zonas raiadas permitem a passagem de luz. Por isso, cientistas da Associação Americana de Geofísica formularam a hipótese de que a luz, penetrando nas rachaduras poderia assegurar sobrevivência de microrganismo em oceanos subterrâneos, como aqueles encontrados sob o gelo perpétuo que cobre os lagos antárticos da Terra.

Por quê se deveria estudar a vida fora da Terra?

Estudar a vida em outros planetas é importante para a descoberta da origem da vida na Terra. Para o físico brasileiro Marcelo Gleiser, professor e pesquisador na Universidade de Dartmouth, não há dúvidas de que existe vida fora da Terra, devido às leis da física e química e constantes descobertas de planetas parecidos com a Terra, a probabilidade de encontrar vida simples, baseada em carbono e DNA, é alta.

Mas cada planeta teria a sua própria história de origem da vida. E como seriam estas vidas? Talvez em 2020 tenhamos mais alguma ideia.

Fonte foto: Free Picture