A um passo da descoberta da origem da vida

  • atualizado: 
origem da vida

São muitas as hipóteses que tentam explicar a origem da vida, mas, ainda, não temos uma resposta conclusiva a respeito. Entretanto, parece que uma nova descoberta pode ter colocado fim a esse mistério.

Os cientistas acreditam ter descoberto os fósseis dos primeiros organismos vivos da Terra, segundo a BBC. Os fósseis, que são filamentos mínimos, foram localizados em rochas no Canadá e parecem ter cerca de 4,28 bilhões de anos.

Se essa data estimada estiver certa, o surgimento da vida teria ocorrido logo após a formação da Terra, há 4,54 bilhões de anos.

Entretanto, o estudo publicado na revista Nature vem gerando muitas discussões. Uma comunidade de cientistas internacionais estão certos sobre a descoberta da origem da vida. Segundo Matthew Dodd, da Universidade College London (UCL), no Reino Unido, disse à BBC: "A descoberta responde a questões que a humanidade pergunta a si mesma, como: de onde viemos e por que estamos aqui?".

As estruturas fósseis estavam no chamado Cinturão Supracrustal de Nuvvuagittuq (NSB, na sigla em inglês), que é um pedaço de um leito oceânico no qual estão algumas das rochas sedimentárias e vulcânicas mais antigas sobre as quais a ciência tem conhecimento.

É comum haver polêmicas sobre teorias que expliquem a origem da vida, porque é difícil provar se as estruturas não se produziram por processos não-biológicos e se as rochas não passaram por alterações ao longo do tempo.

Nicola McLoughlin, da Universidade Rhodes, na África do Sul, é um dos investigadores que não está totalmente certo sobre essa descoberta. Segundo ele disse à BBC: "A morfologia desses supostos filamentos de ferro oxidado do norte do Canadá não é convincente. Em depósitos recentes vemos hastes retorcidas espetaculares, normalmente dispostas em camadas, mas nas rochas altamente metamorfoseadas do cinturão de Nuvvuagittuq, esses filamentos são muito mais simples na forma".

Outra surpresa que a descoberta traz é que os cientistas acreditam que esses organismos são de um tempo que eles creem que Marte tinha água em estado líquido e uma atmosfera similar à da Terra. Isso indica que é possível ter havido vida originada em Marte.

A evidência anterior sobre a origem da vida havia sido descoberta na Austrália Ocidental em rochas de 3,48 bilhões de anos.

O link para o estudo pode ser conferido aqui.

Especialmente indicado para você:

NASA ANUNCIA DESCOBERTA DE SETE NOVOS PLANETAS

MATRIX? O UNIVERSO É APENAS UMA PROJEÇÃO, UM HOLOGRAMA!

GANHE ANOS-LUZ DE SABEDORIA CONHECENDO A DIMENSÃO DO UNIVERSO E A IMPORTÂNCIA DO SER HUMANO

NASA PRETENDE EXPLORAR LUA DE JÚPITER EM MISSÃO APÓS 2020

NASA EM BUSCA DA ORIGEM DA VIDA

Fonte foto capa: Science Magazine