Previsões de Einstein sobre as ondas gravitacionais se confirmam após 100 anos

ondas

Uma pesquisa internacional, estimada em US$ 620 milhões, descobriu o que Albert Einstein já havia previsto há cem anos: as ondas gravitacionais.

O projeto Ligo, que é uma iniciativa do Caltech (Instituto de Tecnologia da Califórnia) e do MIT (Instituto de Tecnologia de Massachusetts), conseguiu a primeira detecção das ondas gravitacionais, feita com detectores de cerca de 4 km de extensão, pela observação da colisão entre buracos negros, que ocorreu há 1,3 bilhão de anos, convertida em energia liberada em ondas no espaço.

Essa descoberta acarreta muitas mudanças para a ciência. A primeira delas é a confirmação de que a Teoria da Relatividade, elaborada por Einstein, estava correta. Segundo a Teoria, os objetos movimentam-se no universo produzindo ondulações no espaço-tempo em que se propagam. Tal efeito é similar ao das ondas sonoras ou das ondas que vemos quando jogamos algum objeto na água.

Em segundo lugar, a existência das ondas permite aos cientistas conhecer mais o universo, uma vez que, agora, será possível estudar uma Estrela de Nêutrons e um buraco negro. "Essa descoberta permite que olhemos para trás no tempo da criação do universo, com significativas repercussões para a atual pesquisa astronômica", afirmou o cientista Bob Bingham, físico do Conselho de Instalações Tecnológicas e Científicas no Harwell Campus, no Reino Unido.

O astrofísico Scott Hughes, do MIT, afirma que a detecção das ondas gravitacionais abre um novo caminho para a exploração do cosmos. "Há muitas informações ricas guardadas nas ondas gravitacionais ", declarou Hughes.

A descoberta foi feita como Einstein previra. Dois buracos negros, ao começarem a orbitar um ao outro, vão perdendo energia lentamente, o que faz com que eles gradualmente se aproximem até que comecem a se movimentar à metade da velocidade da luz. É quando ocorre uma fusão que gera um buraco negro maior. Esse fenômeno gera uma explosão de energia que propaga as ondas gravitacionais pelo espaço. 

ENTENDENDO AS ONDAS GRAVITACIONAIS EM 7 ETAPAS:

1) A Teoria da Relatividade previu que o espaço e o tempo são uma coisa só: o espaço-tempo.

2) O espaço-tempo, para a Teoria da Relatividade, não é uma entidade fixa, mas flexível.

3) Quando um astro de grande massa oscila, sua gravidade cria ondas no espaço-tempo, como um barco navegando cria ondas na água.

4) As ondas gravitacionais são minúsculas: têm milionésimos de milionésimos de milímetros.

5) O Ligo, um experimento feito nos EUA, capturou pela primeira vez a oscilação de ondas gravitacionais.

6) A origem das ondas detectadas pelo experimento eram dois buracos negros girando em torno um do outro e que colidiram.

7) A descoberta é importante porque confirma a teoria de Einstein e permite aos astrônomos estudar fenômenos que não são visíveis pela luz.

Devido à importância do projeto para a compreensão sobre a natureza do espaço, os cientistas envolvidos no experimento devem ganhar o próximo prêmio Nobel.

Leia também:

seta

10 LIÇÕES DE VIDA RETIRADAS DE CÉLEBRES FRASES DE ALBERT EINSTEIN

seta

EXISTEM OUTRAS DUAS “TERRAS" ONDE PODERIA EXISTIR VIDA

seta

OS EFEITOS DA LUA CHEIA SOBRE O HOMEM, PLANTAS E ANIMAIS

Fonte foto: ciencia-online