Estudo descobre água escondida no subsolo da Terra

Um estudo publicado na revista Nature Geoscience descobriu que existe um volume total de água estimado em 23 milhões de km3. Para se ter uma ideia, isso daria para cobrir toda a superfície da Terra com uma camada de 180 metros de profundidade. Entretanto, apenas 6% dessa água é própria para o consumo humano.

Os cientistas envolvidos na pesquisa conseguiram determinar a idade de toda água armazenada com trítio, uma forma radioativa de hidrogênio que surgiu na atmosfera há 50 anos como resultado de testes de bombas termonucleares. Com esse elemento químico, os cientistas identificaram toda a chuva que caiu no subsolo desde então.

Em alguns pontos, a água, chamada de moderna, é renovada rapidamente, mas há aquelas que são mais antigas e estão estagnadas, portanto, não podem ser renovadas. Segundo Tom Gleeson, da Universidade de Victoria, no Canadá, responsável pelo estudo, “as características dessa água antiga variam muito”. Em muitos lugares ela é de má qualidade e pode ser mais salina do que o mar, além de conter metais. Isso teria que levá-la a um tratamento antes de que fosse usada para o consumo humano e para a agricultura. Por isso, é importante cuidar das reservas mais novas administrando-as de forma sustentável.

A pesquisa destaca, ainda, a distribuição das águas no planeta. O próximo passo é determinar o ritmo com que algumas reservas estão sendo consumidas. "Essa visão global da água no subsolo irá conscientizar de que nossas reservas mais recentes no subsolo, aquelas que são mais sensíveis à mudanças ambientais e provocadas pelo homem, são finitas", disse Ying Fan, da Rutgers University, nos Estados Unidos.

Leia também:

EM MARTE TEM ÁGUA E É SALGADA

SURPRESA DA CIÊNCIA: A SOLUÇÃO PARA A CRISE DE ÁGUA ESTÁ DENTRO DA TERRA

OS 10 ALIMENTOS QUE MAIS CONSOMEM ÁGUA PARA SEREM PRODUZIDOS

ÁGUA DO COZIMENTO DOS ALIMENTOS: REAPROVEITE!

Fonte foto: gazetaonline