20 Regras dos Nativos Norte-Americanos para a Harmonia e a Paz Interior

  • atualizado: 
regras dos nativos norte-americanos

Os povos mais antigos, aqueles que primeiro chegaram ao continente americano, nos trazem ensinamentos ancestrais de profunda sabedoria. Um desses ensinamentos são as regras de ouro para se alcançar harmonia e paz interior.

Vamos falar aqui dos índios norte-americanos, os “donos da terra” na porção norte do nosso continente.

Os índios norte-americanos têm seu próprio código de ética: a ética da vida humana se fundamenta no respeito pela vida, em geral, em harmonia com a natureza.

As culturas indígenas norte-americanas giram em torno de uma espiritualidade profundamente relacionada com a Terra, nosso planeta, a natureza à qual pertencemos e, portanto, a todos os seres vivos e não vivos.

Para as culturas ancestrais da porção norte do nosso continente, assim como para muitas outras culturas ancestrais do nosso planeta, os seres, todos, são indivíduos, seres respeitáveis, homens no sentido de serem gente ou de merecerem o mesmo respeito que nós, seres humanos, merecemos.

Essa máxima é verdadeira para os Sioux, os Lakota, os Inuit (esquimós) assim como para os povos da taiga siberiana, para os mongóis ou para os povos indígenas da porção sul do continente americano.

Código de Ética dos índios norte-americanos

Você pode adotar esses 20 pontos como um manual que te oriente a manter a mente limpa de detritos e toxinas, a alma elevada, o coração aberto.

Pouco a pouco, com a prática diária desses 20 pontos da ética indígena, você começará a notar mudanças internas significativas. Continue firme, o processo de aperfeiçoamento espiritual nunca termina e só se amplia.

Para que o ser humano possa chegar mais próximo da perfeição deve seguir as seguintes regras:

  1. Levante com o sol para orar. Ore sozinho, ore com frequência. Ou reze (ou ore, ou mentalize, se comunique) ao sol nascer, sozinho, com frequência. O Grande Espírito o escutará se, ao menos, falar;
  2. Seja tolerante com aqueles que estão perdidos no caminho. A ignorância, o convencimento, a raiva, o ciúme e a avareza originam-se de uma alma perdida. Ore para que eles e encontrem o caminho do Grande Espírito.
  3. Procure conhecer-se por si próprio, não permita que outros façam seu caminho por você. É sua a estrada, e somente sua. Outros podem andar ao seu lado mas, ninguém pode andar por você.
  4. Trate os convidados em seu lar com muita consideração. Sirva-lhes a melhor comida, o melhor leito e trate-os com respeito e honra.
  5. Não tome o que não é teu: seja de uma pessoa, da comunidade, da natureza, ou da cultura, se não foi ganho nem foi dado, não é seu.
  6. Respeite todas as coisas que foram colocadas sobre a terra - sejam elas pessoas, plantas ou animais.
  7. Respeito os pensamentos, as palavras e os desejos das pessoas. Nunca interrompa os outros, não os ridicularize e nem, rudemente, os imite. Permita, a cada pessoa, o direito de expressão pessoal.
  8. Nunca fale dos outros de uma maneira má. A energia negativa que você coloca para fora, no universo, voltará multiplicada a você.
  9. Todas as pessoas cometem erros. E todos os erros podem ser perdoados.
  10. Os pensamentos maus causam doenças da mente, do corpo e do espírito. pratique o otimismo.
  11. A natureza não é para nós, ela é parte de nós. Toda a natureza faz parte da nossa família terrena.
  12. As crianças são as sementes do nosso futuro. Ague-as (hidrate-as, alimente-as) com sabedoria e lição de vida. Quando estiverem crescendo, dê-lhes espaço para que cresçam.
  13. Evite machucar os corações das pessoas. O veneno da dor causada a outros retornará à você.
  14. Seja sincero e verdadeiro em todas as situações. A honestidade é o grande teste para a nossa herança do Universo.
  15. Mantenha-se equilibrado. Seu mental, seu emocional, seu espiritual e seu físico, todos necessitam ser fortes, puros e saudáveis. o equilíbrio. Sua automental, eu espiritual, autoemocional e físico, tudo que eles precisam ser fortes, puros e saudáveis. Trabalhe o seu físico para fortalecer a sua mente. Enriqueça o seu físico para curar o seu emocional.
  16. Tome decisões conscientes de como você será e como reagirá. Seja responsável por suas próprias ações.
  17. Respeite a privacidade e o espaço pessoal dos outros. Não toque as propriedades pessoais de outras pessoas, especialmente objetos religiosos e sagrados. Isso é proibida.
  18. Comece sendo verdadeiro consigo mesmo. Se você não puder nutrir e ajudar a si mesmo você não poderá nutrir e ajudar aos outros.
  19. Respeite as outras crenças religiosas. Não force suas crenças sobre os outros. Um xamã não se autoproclama, ele é chamado para suas tarefas espirituais, passa por treinamentos e então, ele é reconhecido pela sua comunidade.
  20. Compartilhe com os outros o que você receber.

Este código de ética dos índios norte-americanos foi extraído do livro "O Sucesso Está no Equilíbrio" de Robert Wong.

Lembre-se desta história, ensinamento profundo, que orienta sobre as escolhas e os resultados que obteremos com essas:

"Dentro de mim existem dois lobos.

O lobo do ódio e o lobo do amor.

Ambos disputam o poder sobre mim.

-Qual vence?

Aquele que eu alimento!"

(autoria desconhecida atribuída a um velho índio)

Para terminar, te ofereço uma canção, “Grandioso Sol”, outro exemplo de sabedoria ancestral:

Especialmente indicado para você:

setaO LADO BOM DA SOLIDÃO

seta20 FRASES DE CARL JUNG PARA CONHECERMOS MELHOR A NÓS MESMOS

setaPÁSCOA: UM TEMPO DE SE DESCOBRIR A SI MESMO