João Natalício, líder do povo Xukuru-Kariri foi assassinado

indigenas

João Natalício, líder do povo Xukuru-Kariri fora assassinado enquanto lutava para defender seu povo e reivindicar suas terras ancestrais. O crime ocorreu na madrugada de terça-feira (11), no agreste alagoano e foi cometido por dois homens, cujas identidades ainda não foram identificadas.

Conforme relatado pela Survival International, João Natalício dos Santos, liderança histórica deste povo que, infelizmente, continua enfrentando o drama de ter suas terras roubadas, fora esfaqueado enquanto se preparava pra ir ao trabalho na roça.

Esses povos podem sobreviver apenas em suas terras ancestrais, que atendem suas necessidades materiais e espirituais.

A morte desta liderança gera em nós, além da tristeza, desespero e revolta pois é mais uma voz que, forçosamente, se cala em um povo cujas vozes vêm sendo silenciadas desde o "descobrimento" deste país.

joao natalicio

Leia mais: AS VOZES SILENCIADAS DAS NAÇÕES INDÍGENAS

"Eles estão nos massacrando!"- disse um porta-voz para as tribos no curta-metragem distribuído pelo projeto Tribal Voice do Survival.

É impressionante que a situação indígena continue patinando nos interesses econômicos sem que o governo se atente para o fato de que, inclusive economicamente, é vantajoso devolver as terras aos indígenas, como vimos aqui:

Leia mais: COMO SAIR DA CRISE ECONÔMICA? DANDO TERRAS AOS ÍNDIOS, DIZ PESQUISA

Abaixo um vídeo dos Pataxós descrevendo a humilhação de serem retirados de suas casas. Eles foram despejados de uma área de 200 hectares em Santa Cruz de Cabrália (BA), anteriormente usada como Centro de Treinamento da Alemanha na Copa em 2014.

Leia mais sobre os povos da floresta:

DIA DE COLOMBO, OU MELHOR, DIA DA RESISTÊNCIA INDÍGENA

MAIS DE 300 ETNIAS, MAIS DE 200 LÍNGUAS: CONHEÇA A RIQUEZA CULTURAL DOS NOSSOS ÍNDIOS