Leonardo DiCaprio compra ações de uma empresa bio e as dá a agricultores indígenas da Floresta Amazônica

DiCaprio

Leonardo DiCaprio está investindo em Runa, empresa equatoriana que produz o Guayusa, uma bebida usada em cerimônias sagradas pelos índios Kichwa.

O ator de Hollywood decidiu ajudar a agricultura sustentável e, em particular, a bebida produzida por 3 mil famílias que vivem na Floresta Amazônica.

Fundada em 2009 por Tyler Gage e Dan MacCombie, Runa compra a Guayusa de famílias de agricultores indígenas no Equador. As folhas, por milhares de anos consumidas como chás pelas comunidades nativas Kichwa, são tratadas no Equador e, em seguida, enviadas para os Estados Unidos. As folhas dessa planta, secas e depois colocadas em infusão, têm muitas propriedades benéficas e são ricas em antioxidantes.

DiCaprio não está apoiando apenas financeiramente a marca: o ator premiado com o Oscar e ativista ambiental vai doar todas as suas ações para os agricultores da Guayusa, transformando-os em acionistas diretos.

"Estou muito orgulhoso por fazer uma parceria com Runa em apoio aos povos indígenas da Amazônia", disse DiCaprio. "O futuro destas comunidades e muitas outras ao redor do mundo está em risco, bem como suas terras nativas, exploradas por recursos naturais e desenvolvimento agrícola. Práticas agrícolas sustentáveis são a chave para ajudar a garantir um futuro melhor para muitas comunidades locais ", disse o ator.

 

"Temos de fazer todo o possível para ajudar os povos indígenas locais, que muito frequentemente sofrem o pior da degradação ambiental e estão em maior risco por causa da mudança climática. Permitir-lhes se levantar e lutar contra os interesses externos que ameaçam a sua sobrevivência é uma causa que deve ser apoiada ".

DiCaprio não foi o único a investir em Runa. O fundo de investimento também inclui Channing Tatum, Marlon Wayans , Adam Rodriguez e os jogadores de tênis John Isner e Steve Johnson. No entanto, esse é outro gesto que confirma a atenção DiCaprio ao meio ambiente e aos povos indígenas ameaçados por interesses econômicos de multinacionais.

Leia também:

seta EM CAMPANHA AMBIENTAL NA INDONÉSIA, LEONARDO DICAPRIO RECEBE AMEAÇA DE DEPORTAÇÃO

seta LEONARDO DICAPRIO DEDICA O SEU GLOBO DE OURO AOS POVOS INDÍGENAS