Saiba mais sobre um novo plástico reciclável

novo plástico reciclável

A prestigiada revista norte-americana Science publicou esta semana sobre a descoberta da possibilidade de se gerar um tipo de plástico thermoset que pode ser reciclado. Tudo isso ocorreu após um incrível acidente que tem tudo para revolucionar a produção desse material.

Com esse novo plástico, podem ser criados tanto itens gelatinosos quanto rígidos para serem aplicados em carros, eletrônicos e aviões, barateando o custo, além de deixar todo o processo de fabricação desses itens mais sustentável.

O acidente do bem

Tudo começou quando, no centro de pesquisa da gigante de tecnologia IBM – localizado em San Jose, nos Estados Unidos – a especialista Jeannette Garcia viu surgir a nova matéria ao esquecer de incluir um, entre três, componentes para que houvesse a reação química correta de produção do plástico thermoset.

Ao constatar o “erro”, a estudiosa percebeu que tinha um material novo em mãos e correu para examiná-lo e verificar, de fato, do que se tratava. Até então, o “thermoset original” não podia ser reciclado, agora com a mudança em sua composição, sim!

Plástico reutilizável

Este material plástico novo pode ser dissolvido em ácido, a fim de desconstruir os componentes, resultando em um material totalmente reciclável. Com isso, as possibilidades para essa descoberta são infinitas, porque a cada dano, esse material recém-descoberto poderá ser reparado ou então reciclado, e não jogado no lixo, como feito atualmente.

O benefício para a natureza, com a descoberta do novo thermoset, é incrível, sobretudo se pensarmos que o plástico tradicional leva 2 séculos inteiros para ser decomposto, de forma natural. Além disso, tem ido parar, frequentemente em nossos rios, lagos e mares.

Leia também: Plastic Paradise: toda a verdade sobre a ilha de plástico no Pacífico

Fonte foto: reprodução youtube IBM