Seabin, a lata de lixo flutuante que captura a sujeira dos mares

Uma lata de lixo que limpa a sujeira flutuante dos mares e oceanos é a invenção de dois jovens australianos, Andrew Turton e Pete Ceglinski. O sistema permite coletar garrafas de plástico, resíduos de papel e vestígios de combustível e detergentes encontrados nas águas.

É um sistema barato e de baixa manutenção proposto como alternativa às embarcações para coleta de resíduos das águas. O objetivo do projeto é coletar o lixo plástico dos oceanos que virá depois a ser reciclado para servir de matéria prima à uma outra Seabin, dando continuidade à limpeza das águas em um efeito dominó.

Os autores estão se organizando para expandir o projeto e para tanto pedem ajuda aos cidadãos de todo o mundo através da campanha lançada na plataforma de crowdfunding, Indiegogo. A campanha segue bem pois a ideia parece mesmo ser ótima.

Como funciona

O Seabin é fixo à uma ponte flutuante no qual é colocada também o motor (bomba d’água).

A bomba d’água cria um fluxo em direção à lata de lixo atraindo para si o lixo flutuante e detritos. O lixo é armazenado em um saco de captura feito de fibra natural e a água é então devolvida para a parte inferior da lata, subindo até a bomba d’água onde é então bombeada de volta ao mar.

Nenhum peixe foi prejudicado no projeto. Os peixes se mantiveram longe do topo da lata.

A ideia é começar a usar a nova invenção a partir de meados de 2016, se tudo der certo.

Leia também:

PLÁSTICO: A IDÉIA DO GAROTO DE 19 ANOS PARA LIMPAR OS OCEANOS SERÁ "REALIDADE”, NO JAPÃO EM 2016

OS 10 LUGARES MAIS POLUÍDOS DO MUNDO

Fonte fotos: seabinproject