União sustentável: ambientalistas e pescadores recolhem lixo de rio Tietê

ambientalistas e pescadores recolhem lixo de rio Tietê

20 toneladas de lixo: esse foi o saldo de uma atitude muito honrosa tomada espontaneamente por pescadores e ambientalistas, realizada nas águas da represa de Barra Bonita, na região entre Anhembi, Botucatu e São Manuel – que é banhada pelo importante, e poluidíssimo, rio Tietê, símbolo de São Paulo.

De todo esse lixo, a maioria foi de materiais como isopores e plásticos, recolhidos ao longo de 15 dias. Além dos profissionais da pesca, estiveram envolvidos também Agentes Ambientais de Botucatu, que separaram o lixo e o levaram à reciclagem e o Grupo Ambiental Região Botucatu. A renda obtida da venda dos detritos recicláveis será revertida para a cooperativa dos pescadores locais.

A operação tem o nome de “Verão Mais Limpo”, ocorre pela segunda vez em menos de um ano e deverá se repetir.

Além disso, há uma expectativa de que se multipliquem esse tipo de ação por outras partes do leito do rio, para que o volume de resíduos comece a se reduzir. Caso fosse mantido no leito do rio, esses detritos demorariam alguns séculos para atingir a completa decomposição. Menos poluição significa melhor qualidade do peixe.

Esperamos que também nossas praias recebam este tipo de tratamento neste verão que vem aí. A união sempre faz a força mas em termos ambientais, faz mais ainda :)

Leia também: Você sabe quanto lixo é gerado e o quanto dele é reciclado na maior cidade do Brasil?

Fonte foto: botucatu.sp.gov.br