Conheça os 3 sites menos verdes da internet

3 sites menos verdes da internet

Continuando com a avaliação a respeito da sustentabilidade de sites na internet, vamos agora analisar o outro lado da moeda. Se antes falamos sobre os 3 sites mais verdes da web – leia o artigo aqui – agora vamos apontar qual o trio menos verde da grande rede de computadores mundial, segundo levantamento recente feito pelo Greenpeace.

* Amazon Web Services – AWS

Este site, de propriedade do grupo Amazon.com, cresceu bastante desde sua criação, em 2006, convertendo-se em um dos principais ecossistemas do mundo online. Com um impressionante conjunto de serviços e a habilidade de facilmente se adaptar à demanda, AWS agora serve a muitas das mais conhecidas marcas online – Netflix, Pinterest, Spotify, entre outras. O ponto negativo é que, infelizmente, a AWS ficou cada vez mais para trás de sua concorrência em termos de uso de energia renovável, sendo estimado um uso de somente 15%, de toda a energia necessária para o site. É a companhia menos verde dentre as pesquisadas;

* Digital Realty Trust – DRT

Esse é um dos maiores serviços de data center da atualidade. Afinal, são mais de 131 centros de informação ao redor do mundo; cerca de três quartos desse conjunto estão dentro dos Estados Unidos. Essa empresa pode fornecer tanto centros de informação, quanto alugar determinados espaços para suprir as necessidades, abrigando dados de grandes propriedades online. É boa de provimento de serviços, mas péssima em termos de utilização de energias renováveis;

* Twitter

Essa é a plataforma que mudou a maneira que as pessoas se comunicam. Twitter ainda não possui centros de informação próprios, mas aluga espaço de outros. O microblog foi nebuloso a respeito das informações sobre o tipo de eletricidade que sustenta seu funcionamento. Desse modo, de todas as empresas listadas no levantamento, Twitter se revela a menos transparente de todas.

Fonte foto: Stock.Xchng