Conheça os 3 sites mais verdes da internet

3 sites mais verdes da internet

Se considerarmos o meio virtual e todos os seus segmentos de negócio, desde mídias sociais, passando por vídeos para assistir online, e-mail, e-commerce, cada vez mais nos vemos vivendo nossas vidas de forma conectada, certo? Então, já que se trata de um processo irreversível, você já parou para pensar em como anda a “poluição” provocada pela sua empresa favorita online?

É isso mesmo: onde a companhia armazena dados? Como estão obtendo energia? A seguir, acompanhe as 3 empresas mais verdes da internet, conforme apresentado em um estudo do Greenpeace.

* Apple

Essa companhia tem se dedicado intensamente a respeitar a meta de chegar a 100% de energia renovável, para hospedar seu conteúdo na nuvem. Essa iniciativa fez a empresa tomar a dianteira, pelo pioneirismo, dentro do panorama da Tecnologia da Informação e, mais ainda, a liderança entre as empresas que pretendem construir uma internet verde.

Para atingir tal resultado, a Apple tem construído algumas das maiores fazendas de captação de energia solar, de propriedade privada, que se tem notícia no mundo. Agora, a empresa tenta trabalhar em conjunto com as instalações em Nevada para alimentar o futuro centro de informações da empresa, com energia solar e geotérmica, bem como comprar energia eólica dos centros de informação em Oregon e Califórnia.

Esse esforço da Apple funciona como uma espécie de um padrão de sustentabilidade para sites da internet;

* Facebook

Essa é a rede social que continua em franco crescimento e tem dominado o mercado de mídia social global, com nada mais, nada menos, que 1.23 bilhão de usuários ativos. Facebook tem feito grandes avanços para se tornar um dos líderes da internet verde. Melhorias radicais na transparência e esforços para atrair investimento para a geração de energia eólica em Iowa, ajudaram a direcionar a empresa para o caminho da liderança;

* Google

O maior motor de busca do mundo compra energia renovável, a fim de alimentar todo o seu robusto ecossistema online. O consumo energético da Google gira em torno de impressionantes 3.315 GWh, com 34% de suas operações sustentadas por energia limpa. O modelo de compra de energia renovável aplicado pela Google vem sendo copiado pela Microsoft e outras grandes empresas do mercado digital. Com o avanço da companhia para áreas como Ásia e América Latina, cresce o desafio de dar continuidade ao projeto de sustentar totalmente suas operações com energia verde, mesmo em países nos quais a matriz energética é suja e poluente.

Fonte foto: Stock.Xchng