Que tal acabar com a Estação Ecológica em Angra dos Reis, liberando a caça submarina?

  • atualizado: 
angra dos reis

Seria "revanche" por ter sido flagrado pescando em área protegida, ou rancor enrustido mesmo? Não dá para entender o que se passa na cabeça de um presidente que, ao invés de pensar em resolver questões mais importantes no país, está preocupado em liberar a caça esportiva em Angra do Reis. E mais... Disse que pretende transformá-la em uma espécie de "Cancún brasileira"!

Não estamos aqui para criticar as atitudes do presidente, mas o que pensar de uma notícia como essa? Na última terça-feira, 7, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que pretende autorizar a prática da caça submarina em uma área protegida de Angra dos Reis, no Rio de Janeiro.

Como se não bastasse isso, a intenção dele é transformar a região em uma espécie de "Cancún brasileira".

Segundo noticiou o jornal Estadão, para conseguir essa liminar, o presidente Jair Bolsonaro terá que revogar o decreto 98.864/90 aprovado pelo ex-presidente José Sarney. Esse decreto tornou a região de Angra dos Reis uma Estação Ecológica, onde a pesca é proibida desde então.

O fato curioso foi que, em 2012, o presidente Jair Bolsonaro foi multado em R$ 10 mil pelo Ibama, por ter sido flagrado pescando na região protegida. Porém, a multa foi cancelada no início desse ano, pelo próprio Ibama… Por que será, não é mesmo?

Mais interessante ainda, foi o presidente Jair Bolsonaro falar que pretende transformar a região em que foi multado em uma "Cancún brasileira". Isso aconteceu no Rio de Janeiro, durante um evento que comemorou os 74 anos do fim da Segunda Guerra Mundial.

"A Estação ecológica de Tamoios (em Angra) não preserva absolutamente nada e faz com que uma área rica, que pode trazer bilhões (de reais) por ano para o turismo, está parada por falta de uma visão mais objetiva, mais progressista disso daí… O meio ambiente e o progresso podem casar sim e permanecer juntos para o bem da nossa população", disse o presidente em uma de suas falas contraditórias.

Por que contraditória? Como que o meio ambiente e o progresso podem permanecer juntos se ele considera uma Estação Ecológica um empecilho para o país? A visão mais objetiva que o presidente Jair Bolsonaro apresenta é voltada apenas para o lucro que o país poderá ter atraindo pessoas de fora, as quais possivelmente estarão mais preocupadas em se divertir e gastar dinheiro, do que em preservar a natureza.

Nenhuma caça esportiva pode trazer desenvolvimento e evolução para qualquer país, pois trata-se de uma prática destrutiva e desrespeitosa com os animais e com o meio ambiente. Além disso, a transformação da Estação Ecológica de Angra dos Reis em uma "Cancún brasileira" pode gerar ainda mais poluição e degradação no meio ambiente. Onde está o progresso nisso?

Acreditamos que existem diversos assuntos muito mais graves e urgentes para o presidente Jair Bolsonaro se preocupar, ao invés de gastar tempo e energia com a revogação de um decreto que o multou.

Talvez te interesse ler também:

TODOS CONTRA A CAÇA: EVITE ESSE RETROCESSO. ASSINE A PETIÇÃO

FLAMINGOS COM AS ASAS CORTADAS. EM ARUBA, O HORROR EM NOME DO SELFIE

BOLSONARO DEFENDE A MINERAÇÃO NA FLORESTA AMAZÔNICA E COLOCA EM RISCO FAUNA E FLORA DA REGIÃO

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!