Incêndio em Notre-Dame: operários assumem ter fumado no local de trabalho

  • atualizado: 
Incêndio em Notre-Dame

Operários que trabalhavam na restauração da igreja de Notre-Dame violaram a proibição de fumar. Essa é a nova notícia chocante que vem depois do incêndio que devastou parte do teto da catedral francesa no último dia 15.

A notícia vem de uma nota feita pela própria empresa (a Le Bras Frères) que montou os andaimes ao redor da torre de Notre-Dame e que nestes dias teria admitido - depois de a polícia francesa ter encontrado sete pontas de cigarro no andaime - que alguns de seus funcionários teriam desrespeitado a proibição de fumar no local, excluindo todavia qualquer ligação com o incêndio.

"Na verdade, houve trabalhadores que de tempos em tempos não seguiram a proibição e se arrependeram", disse o porta-voz da empresa, Marc Eskenazi, garantindo, entretanto, que "sob nenhuma circunstância" este comportamento pode ter sido a causa do fogo de Notre-Dame".

Em suma, segundo a empresa, estaria "fora de cogitação" que esta negligência estivesse na origem do incêndio.

A hipótese de curto-circuito continua sendo válida. Os investigadores continuam a revelar várias irregularidades no que diz respeito às instalações elétricas, especificamente em um sistema de alimentação elétrica dada à uma série de sinos que fluíam através das vigas de madeira da catedral. Tal sistema deveria ter sido provisório e, pelo o que se lê aqui, nunca foi substituído.

Ao que parece, o "jeitinho" brasileiro não é só brasileiro...

Talvez te interesse ler também:

ENQUANTO NOTRE-DAME QUEIMAVA, TAMBÉM A MESQUITA AL-AQSA, EM JERUSALÉM, EM CHAMAS

NOTRE-DAME, SÍMBOLO DO CATOLICISMO EM CHAMAS... JUSTO NA SEMANA SANTA

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!