P’tit Vélib: em Paris o primeiro bike sharing para crianças no mundo

P’tit Vélib primeiro bike sharing para crianças

Crianças e bicicletas: desde 18 de junho em Paris, o compartilhamento de bicicletas é uma realidade para todas as crianças. Na Ville Lumière, todo mundo, de todas as idades, podem alugar bicicletas para pedalarem na cidade luz.

O projeto, chamado P'tit Vélib (extensão do Vélib, o atual testado e aprovado sistema de compartilhamento de bicicletas) chega também às crianças de idade entre 2 a 8 anos, residentes (ou não) em Paris.

A iniciativa foi lançada com a colaboração de associações, de algumas organizações de voluntários locais e várias lojas de aluguel de bicicletas, com o objetivo de promover o ciclismo entre as crianças.

"P'tit Vélib é mais um passo para a abertura da nossa cidade para as crianças que vivem aqui ou estão apenas passeando - disse a nova prefeita Anne Hidalgo - Iniciar as crianças neste sistema de transporte, de fácil utilização e eco-friendly nos ajudará a fazermos a Paris do futuro, mais limpa e compartilhada".

Por enquanto, há 300 bicicletas, com capacetes, para os pequenos ciclistas (se necessário, também são fornecidas as rodinhas de lado), em três áreas protegidas do tráfego. As bicicletas são distinguidas em quatro tamanhos: das pequeníssimas sem pedais às grandes, para crianças acima de 8 anos de idade, com três marchas e uma cestinha na frente.

Concebida e produzida pela JCDecaux, as bicletinhas têm estrutura e cores iguais às Velibs dos adultos e, por enquanto, é possível alugar essas bikes em cinco pontos em toda a cidade: dois no Bois de Boulogne e os outros três no Bois de Vincennes, no Canal de l'Ourcq e no Berges de Seine. Em breve, outras quatro estações serão instaladas em tantos outros pontos de Paris.

Uma cidade para ser imitada

Vélib possui cerca de 250 mil assinantes anuais ao serviço com 110, 130.000 locações por dia, dependendo da época.

É um percurso para a mobilidade limpa na capital francesa, que possui 700 quilômetros de ciclovias e um programa de incentivo à sustentabilidade, chamado "Cité Green".

O programa se baseia no tempo de viagem percorrido, medido por um dispositivo eletrônico, na retirada e entrega da bicicleta em um dos 1.250 pontos espalhados pela cidade, com 16 mil bicicletas disponíveis.

Quanto mais você anda, mais você ganha: 200 pontos valem 10 euros em uma loja de roupas ecológicas, de brinquedos ou da Amazon; 300 pontos são um tratamento eco-friendly em um spa.

Existem duas opções para desfrutar do serviço: tornar-se sócio anual ou usar o serviço ocasionalmente, com bilhetes de 1 ou 7 dias. Existem várias fórmulas, conforme cada necessidade. A primeira meia hora é grátis para incentivar a pedalada.

Preços: primeiros 30 minutos grátis; 1 euro cada hora adicional; 2 euros para 2 hs e 30 min de aluguel; mais de 3 hs: 4 euros.

Considerando o preço do transporte público integrado deles: 1,70 euros com duração de 1h e 30min, vale a pena inclusive em termos econômicos, não é verdade?

Leia também:

10.000 franceses são pagos para irem ao trabalho de bicicleta

Paris adota medidas para combater a poluição