Alerta em Pernambuco: chuva provoca quatro mortes na Grande Recife

chuva

Embora o verão seja uma época de chuva nos países tropicais, como o Brasil, no nordeste do país a chuva é mais comum no período do outono e do inverno.


Devido a uma forte chuva que caiu na região metropolitana de Recife, quatro pessoas morreram por causa de deslizamentos. Em Olinda, duas mulheres e uma criança de 7 anos foram soterradas dentro de casa. Em Recife, a vítima foi uma criança de 4 anos. Há informação de que pessoas ficaram feridas.

Essas não foram as primeiras mortes ocorridas este ano por causa da chuva na região. A primeira ocorreu em abril, quando um homem ficou soterrado.

Alagamentos também têm sido comuns na região metropolitana da capital pernambucana, provocando, além de inúmeros estragos, engarrafamentos.

O caos é tanto que muitos órgãos públicos encerraram suas atividades mais cedo ontem (30), como a Universidade Federal de Pernambuco (UFPE).

A Agência Pernambucana de Águas (Apac) divulgou uma nota dizendo que choveu em seis horas mais de 200 milímetros (mm) em Olinda, o mesmo volume confirmado pela prefeitura do Recife na capital pernambucana. Isso é mais da metade do esperado para todo o mês de maio, 358 milímetros.

A prefeitura de Olinda recomenda que os moradores de áreas de risco deixem suas casas e comuniquem sobre qualquer problema pelo telefone 0800 2812112. A Defesa Civil do município informou em nota que a Escola Maria da Glória, no Bairro de Guadalupe, vai receber os desabrigados pelas chuvas.

Todas as equipes da Defesa Civil municipal estão trabalhando nas áreas de risco da cidade. As áreas mais preocupantes estão nos bairros de Águas Compridas – onde as três pessoas morreram – e Caixa D'Água.

Leia também:

DESMATAMENTO TROPICAL CAUSA ALTAS TEMPERATURAS, IRREGULARIDADE DE CHUVAS E AFETA AS PLANTAÇÕES PELO MUNDO

CHINESES DESCOBREM COMO PREVER CHUVAS FORTES COM UM MÊS ANTECEDÊNCIA

Fontes: 

ebc

g1