Vamos todos participar da Hora do Planeta 2016 em 19 de março

hora do planeta 2016

No dia 19 de março, entre as 20:30 e as 21:20, ocorrerá a Hora do Planeta, iniciativa ambiental mundial que convida governos, empresas e sociedade a desligarem as luzes durante o período como forma de apoiar a ação ambientalmente sustentável que critica as drásticas consequências provocadas pelas mudanças climáticas.

No ano passado, a Hora do Planeta ocorreu em mais de 8 mil cidades de 172 países. A WWF, criadora do Desafio das Cidades, busca premiar as cidades que atingirem o maior número de metas concretas para combater o aquecimento global. O Brasil, este ano, anuncia três cidades finalistas: Belo Horizonte, Recife e Rio de Janeiro. Um júri internacional analisou o empenho dessas cidades com base em uma auditoria realizada pela Accenture.

A primeira parte do concurso elegerá uma cidade de cada país como a Capital Nacional da Hora do Planeta. Na segunda parte, essas cidades concorrem ao título de Capital Global da Hora do Planeta, o maior símbolo rumo a uma economia de baixo carbono em 2015/2016. E, na terceira etapa, a população vota em sua cidade preferida, solicitando mudanças na plataforma online Nós Amamos as Cidades (We Love Cities).

Belo Horizonte busca o tricampeonato no Desafio, pois “tem forte foco em inovação e envolvimento público nos seus esforços de baixo carbono”. Recife está pela primeira vez entre os finalistas e “está orientado a estabelecer práticas de desenvolvimento sustentável e a tomar ações para reduzir o nível de emissões da sua comunidade”. Já o Rio, em ano de Olimpíadas, permanece com sua “forte liderança climática”, que o ajudou “desenvolver um approach concreto e estratégico rumo à sustentabilidade”.

Para o Secretário-geral do WWF-Brasil, Carlos Nomoto, “as cidades são espaços perfeitos para o desenvolvimento de uma economia de baixo carbono; porque são muito dinâmicas e responsivas, as boas (e as más) políticas públicas apresentam resultados muito rapidamente. Nesse sentido, o Desafio das Cidades tem trazido importantes aprendizados para municípios do mundo todo. Agora, é hora de ver como a competição saudável entre os participantes pode, além de demonstrar a viabilidade de desenvolvimento econômico social e ambientalmente responsável, mudar a vida dos cidadãos”.

O Desafio é um esforço para colocar em prática o Acordo de Paris, aprovado por unanimidade durante a COP21, em dezembro passado, que reconheceu a importância dos governos locais para implementar ações no ambiente urbano.

“Nosso foco agora deve se voltar para agenda de implementação. As cidades finalistas desta edição do Desafio trazem importante inspiração e demonstram que é possível e integrar a visão de baixo carbono aos processos de desenvolvimento, melhorando com isso a qualidade de vida dos cidadãos e atraindo investimentos” disse Pedro Roberto Jacobi, Presidente do Secretariado para América do Sul do ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade.

Vamos todos fazer a nossa parte participando, nesse sábado, da Hora do Planeta!

Leia também:

setaCONFERÊNCIA EM PARIS TERMINA COM ACORDO CONSIDERADO HISTÓRICO

setaDESAFIO DAS CIDADES, HORA DO PLANETA 2015: RIO, BH E SP