Saneamento básico para todo o país é o lema da Campanha da Fraternidade Ecumênica 2016

Saneamento básico

Todos os anos a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) assume um tema a ser discutido durante o período da Quaresma. O principal é que o tema escolhido seja de real importância para a vida das pessoas.

A campanha deste ano foi lançada ontem, 10, e tem como tema principal “Casa Comum, Nossa Responsabilidade” e o lema “Quero ver o direito brotar como fonte e correr a justiça qual riacho que não seca”, com o foco no saneamento básico, no desenvolvimento, na saúde integral e na qualidade de vida.

A CNBB declarou que “O Estado Brasileiro tem deficiência na prestação de serviços relacionados ao tratamento da água e do esgoto e à coleta de lixo”. E, com certeza a CNBB está certa portanto, muito bem-vinda a iniciativa de ampliar a conscientização de uma grande parte da população, os cristãos, pela prática da reflexão sobre temas tão importantes e de atualidade.

Em entrevista à Rádio EBC, o Padre Manangão da Igreja Santa Margarida Maria, zona sul do Rio de Janeiro, explicou que, segundo indicam as estatísticas nacionais, no Brasil ainda existem 100 milhões de pessoas que não têm acesso ao saneamento básico. Diz ele,

“Essa é uma realidade assustadora. E mesmo em cidades onde o saneamento básico já se faz presente ainda encontramos bolsões onde as pessoas não têm preocupação e acesso ao tratamento da água, cuidados com o esgoto, cuidados com dejetos sólidos, cuidados com os vetores que acabam trazendo problemas para a saúde da população”.

É muito importante que todos os setores da nossa sociedade se manifestem em mobilização para a discussão de temas tão fundamentais pois, só desta maneira, pela discussão aberta, é que a consciência se dará e a organização será possível para que a vida, de todos, possa realmente ser melhorada.

Especialmente neste momento em que todo o país se mobiliza para reduzir o Aedes aegypti e seus criadouros, é fundamental cobrar do Poder Público que a rede de saneamento básico se estenda à totalidade da população brasileira.

Leia também: PROPAGAÇÃO DO MOSQUITO E MEIO AMBIENTE: POR QUE É DIFÍCIL COMBATER O AEDES?

No Rio de Janeiro, a Campanha da Fraternidade atua na sua comunidade, através da formação de pequenos grupos de reflexão que terão, à disposição, matérias escritos divulgativos, que serão espalhados em forma ampla.

Leia também:

seta

BRASIL: SANEAMENTO BÁSICO E CRIANÇAS

seta

ENTRE 200 PAÍSES, BRASIL, 7ª ECONOMIA MUNDIAL, OCUPA A 112º POSIÇÃO NO RANKING DO SANEAMENTO BÁSICO