Salvador registra 15 mortes em decorrência das chuvas

chuvas-salvador

As chuvas na cidade de Salvador, no estado da Bahia, continuam causando estragos e mortes no município. Com o corpo encontrado da última pessoa que havia desaparecido depois dos vários deslizamentos de terras ocorridos, o número de vítimas fatais subiu para 15, sendo que mais de 100 pessoas ficaram desabrigadas. Com a localização da vítima, as buscas das equipes de resgate foram encerradas.

O deslizamento aconteceu na Avenida San Martin, onde dez vítimas fatais já haviam sido localizadas, e outro ocorreu no bairro Bom Juá, com quatro mortes. 80 bombeiros participavam da operação de resgate, que teve duração de 30 horas.

A chuva que castiga Salvador

Desde o dia primeiro de abril até a data de hoje já choveu 329,8 milímetros, 6% acima da média histórica para todo mês, que é de 300 milímetros. Abril costuma mesmo ser um mês de chuvas fortes na região e, por isso, o povo baiano reclama que todos os anos as mesmas coisas acontecem no estado.

A defesa civil baiana já registrou mais de 316 ocorrências por conta dos estragos das chuvas, entre elas o alagamento do Hospital Santo Antônio, das Obras Sociais Irmão Dulce, localizado na região da Cidade Baixa. Os pacientes tiverem de ser removidos para outras instalações.

Na última terça-feira, dia 28, o ministro da Integração Nacional, Gilberto Occhi, anunciou que equipes do Exército vão ajudar na retirada de moradores das áreas afetadas pela chuva. O ministro visitou a capital baiana e sobrevoou os principais pontos atingidos.

Diversos órgãos e entidades já estão recebendo doações para auxiliar as vítimas das chuvas em Salvador. Segue o nome de algumas delas:

Mercado Municipal Popular Água Brusca (Cidade Baixa);

Mercado Municipal do Rio Vermelho (Mercado do Peixe);

Mercado Municipal do Bonfim (Baixa do Bonfim);

NACS de Itapuã (Av. Dorival Caymmi);

Voluntárias Sociais da Bahia;

PEB: A Associação dos Procuradores do Estado da Bahia em parceria com a Procuradoria Geral do Estado (PGE).

Fonte foto: fotospublicas.com