Lei na França impõe que novas edificações devam haver tetos verdes ou paineis fotovoltaicos

edificações tetos verdes

A França, país que sediará a próxima Cúpula do Clima da Onu, está mesmo muito empenhada na redução das emissões de gases que causam o efeito estufa.

Depois de dar incentivo financeiro à quem for de bike ao trabalho, uma nova lei aprovada recentemente em França obriga que os novos edifícios, que vierem a ser construídos em zonas comerciais na França, deverão ser parcialmente cobertos por plantas ou paineis fotovoltaicos.

Os telhados verdes, como são chamados, têm um efeito de isolamento que ajudam a reduzir a quantidade de energia necessária para aquecer um edifício durante o inverno ou resfriá-lo no verão. Eles são capazes de reter a água da chuva e reduzir os problemas com o escoamento desta, e ainda oferecem às aves, um lugar para chamar de seu, na selva de pedras que são os centros urbanos. 

A lei aprovada é, segundo alguns ativistas franceses, realmente fantástica, pois dá aos empresários, a oportunidade de instalar painéis fotovoltaicos o que fornece os edifícios a possibilidade de gerarem energia renovável, deixando ainda menos de uma pegada e uma conta de luz mais barata no final do mês.

Aqui na nossa terrinha, inclusive, a ideia foi colocada em questão por pesquisadores brasileiros que defendem que o governo deve financiar a implantação de paineis solares nas casas

Os telhados verdes já são muito populares na Alemanha, Austrália e Canadá!

São tantos os benefícios que os telhados verdes podem proporcionar, além dos que já foi citado acima, acrescentamos

* são bonitos,

* melhoram a estética cinza das cidades,

*melhoram a qualidade do ar no entorno, pois as plantas ajudam a captam o CO2 da atmosfera,

* abrem espaços para a construção de hortas comunitárias,

* podem ser uma aérea de lazer muito interessante para os condomínios.

Abaixo outros exemplos interessantes que vem do amado país da Torre Eiffel.

Leia também: 

Uma escola de telhado verde na periferia de Paris

Menos publicidade: na França a primeira cidade a substituir os anúncios publicitários por árvores

P’tit Vélib: em Paris o primeiro bike sharing para crianças no mundo