Porto Alegre investe em saneamento básico e muito mais

Porto Alegre investe em saneamento básico

Em abril deste ano, a capital do Rio Grande do Sul, Porto Alegre, garantiu à sua população, a mais grandiosa obra de saneamento de toda a sua história. Pisa - Programa Integrado Socioambiental – é o nome do programa responsável por ampliar o tratamento dos dejetos da capital gaúcha, dos anteriores 27% para 80% até o ano de 2015. E os seus triunfos não param aí:

Ciclovias

Há entre os projetos da prefeitura, outra boa iniciativa: a extensão da malha cicloviária na capital, de modo a ampliar o uso da bicicleta e reduzir a emissão de gases por carros movidos à gasolina. O Plano Diretor Cicloviário local tem a previsão de 490 km destinados à circulação por meio de bicicletas. Em 2014, a prefeitura deverá entregar 50 km de ciclovias.

Limpeza urbana

No começo deste ano, a Câmara Municipal aprovou o Código de Limpeza Urbana, com poder de Lei. Assim, as regras, em vigor há 24 anos – desde 1990 – sofreram intensas atualizações para se adequar à Política Nacional de Resíduos Sólidos, que, além da educação dos cidadãos, irá punir com a aplicação de multas aos que descartarem resíduos de forma irregular.

A mudança de consciência de Porto Alegre

Assim, Porto Alegre tenta chegar à final do Desafio das Cidades da Hora do Planeta – um projeto global da ONG WWF, em parceria com ICLEI – Governos Locais pela Sustentabilidade, onde destacam-se as cidades que têm se tornado locais mais sustentáveis, saudáveis e com mais verde.

O objetivo é reconhecer os esforços para o desenvolvimento de baixo carbono e as ações em andamento. Estão convidadas a participar, cidades que proponham soluções e planos de mitigação em setores como transportes, habitação, iluminação pública, resíduos e alimentação.

A iniciativa da cidade gaúcha é um exemplo a ser seguido, principalmente na área do saneamento básico, que continua sendo um grande desafio brasileiro. Nosso país ocupa a 112ª posição no ranking internacional de saneamento entre outros 200 países. Desse modo, o empenho das cidades pode mudar o quadro dramático do saneamento e, por consequência, da saúde pública no Brasil.

Leia também: Conheça a Cidade do Cabo: Capital Global da Hora do Planeta

Fonte foto: Prefeitura de Porto Alegre, wikipedia.org