27 de maio é Dia Nacional da Mata Atlântica

  • atualizado: 
mico-leão-dourado

Quem já sentiu o seu cheiro e o seu frescor não esquece jamais dela! A Mata Atlântica é um bioma brasileiro de beleza especial que abriga uma enorme biodiversidade.

Para valorizar e preservar esse bem natural, é celebrado no dia 27 de maio o Dia Nacional da Mata Atlântica. A data visa a conscientizar a sociedade brasileira sobre a importância da conservação da Mata Atlântica para recuperar o que ainda é possível, já que se trata de um dois biomas brasileiros mais atingidos pela degradação ambiental.

O Dia Nacional da Mata Atlântica foi instituído por um Decreto Presidencial, em 1999, e data foi escolhida em memória da "Carta de São Vicente", na qual o Padre Anchieta teria descrito as belezas das florestas tropicais do Brasil, em 1560.

Riqueza natural

A Mata Atlântica é uma das florestas mais ricas em diversidade de espécies e, também, uma das mais ameaçadas do planeta. Ela abrange cerca de 15% do total da área do território brasileiro, estando presente em 17 estados (Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo e Sergipe), de acordo com o SOS Mata Atlântica.

Atualmente, apenas 12,4% da floresta original existe, sendo que desse total 80% estão em áreas privadas. Agregam-se a esses dados os seguintes: 72% da população brasileira habita a sua área; sete das nove maiores bacias hidrográficas do país e três dos maiores centros urbanos do continente sul-americano estão na Mata Atlântica; além de ser fonte de várias atividades econômicas, como: a agricultura, a pesca, a geração de energia, o turismo e o lazer.

O percentual originário da floresta é muito baixo, logo a situação da Mata Atlântica é preocupante. Uma das principais causas que levou a esse estado é a devastação provocada pela processo de urbanização, sobretudo, na região sudeste. Por causa dessa situação crítica, existem instituições e organizações dedicadas à proteção e conscientização do bioma.

A Mata Atlântica é a casa de mais de 20 mil espécies de plantas, sendo 8 mil endêmicas, correspondendo a cerca de 5% da flora mundial. Também é o habitat de 298 espécies conhecidas de mamíferos, 992 espécies de aves, 200 répteis, 370 anfíbios e 350 peixes.

Riscos

São muitas as pressões, oriundas do interesse econômico, para destruir o que ainda resta da Mata Atlântica. São razões de perigoso para o bioma, de acordo com a SOS Mata Atlântica:

  • Impacto ambiental causado pelos mais de 145 milhões de brasileiros que habitam sua área, em um processo de industrialização e expansão urbana desordenada;
  • Desmatamentos sucessivos causados pela extração de pau-brasil, e ciclos econômicos como o da cana-de-açúcar, café e ouro;
  • Agricultura e agropecuária;
  • Exploração predatória de madeira e espécies vegetais;
  • Produção de lixo e poluição.

É preciso salvar o que resta do bioma urgentemente. Por isso, é fundamental que exijamos dos órgãos públicos ambientais políticas de preservação e conservação da Mata Atlântica. E, claro, que nós também sejamos agentes de uma mudança, que tenha outra relação com o consumo, com a produção de lixo e com o respeito ao meio ambiente.

Talvez te interesse ler também:

MATA ATLÂNTICA COMEMORA MENOR TAXA DE DESMATAMENTO DOS ÚLTIMOS 30 ANOS. 9 ESTADOS CHEGARAM AO DESMATAMENTO ZERO

CAMINHO DA MATA ATLÂNTICA: 3 MIL QUILÔMETROS DE TRILHA CERCADA POR NATUREZA LIGA O SUL AO SUDESTE

CONHEÇA AS AMEAÇAS AO BIOMA MATA ATLÂNTICA

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!