Arquipélago de Abrolhos em perigo! Ameaçado por leilão de petróleo

  • atualizado: 
Abrolhos

Vale a pena acompanhar, pela TV Senado, as comissões temáticas que estão entrevistando os ministros da atual gestão. É esclarecedor para que vejamos a visão do governo pelas palavras de seus próprios representantes.

Em audiência na Câmara, o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, mais uma vez reiterou que a pasta que coordena está aberta para deixar que o meio ambiente seja explorado, ao acenar contrariamente à recomendação de técnicos do Ibama para esperar a conclusão das Avaliações Ambientais de Área Sedimentar (AAAS) até o final de 2019 para que seja feito o leilão de exploração de petróleo, em outubro, em uma área próxima ao Atol de Abrolhos.

Conforme explica o Conexão Planeta, o presidente do Ibama, Eduardo Fortunato Bim, autorizou o leilão de sete blocos de petróleo em regiões próximas ao arquipélago, algumas localizadas na bacia Camamu-Almada, na Bahia (quatro blocos).

O presidente do Ibama ignorou a recomendação dos próprios técnicos do órgão e, segundo Salles,

"neste momento, estamos tratando da parte comercial e não da parte técnico-ambiental", informou o Climainfo via Estadão.

O presidente da Comissão de Meio Ambiente do Senado, senador Fabiano Contarato, entrou com uma ação cautelar na Justiça Federal pedindo que as áreas que correspondem a Abrolhos sejam excluídas do leilão. Contarato e um grupo de senadores, em nota explicativa sobre a ação, argumentam que:

"Não podemos colocar a questão econômica acima da preservação do meio ambiente. Por isso, acabamos de ingressar na Justiça Federal".

Arquipélago de Abrolhos

O arquipélago de Abrolhos é uma das áreas com maior biodiversidade do mundo. Trata-se de um conjunto de ilhas protegidas em um parque nacional marinho localizado no sul da Bahia. Lá existem espécies que não há em nenhuma outra região do planeta, além de contar com a maior formação de recifes e biodiversidade marinha do Atlântico Sul.

É para Abrolhos que, anualmente, as baleias jubarte migram para se reproduzirem e tartarugas e aves marinhas ameaçadas de extinção estão protegidas no parque. Estima-se que 1.300 espécies têm como habitat o arquipélago. Toda essa vida pode estar seriamente ameaçada com esse leilão previsto para outubro.

Protesto

nao matem abrolhos

Ante mais essa ameaça ao meio ambiente brasileiro, a sociedade civil já começou a ser organizar. Vários moções de repúdio ao presidente do Ibama apareceram nas redes sociais de várias organizações conservacionistas, como a Rede Pró-UC, que trabalha pela conservação das Unidades de Conservação da natureza (UCs). Em nota na sua página no Facebook em defesa de Abrolhos, a entidade pede à Agência Nacional do Petróleo (ANP) a retirada dos quatro blocos do leilão.

Assine a Petição

Contra a liberação do leilão de petróleo ao lado de Abrolhos, foi lançada um petição on line criada por Tamires Felipe Alcântara direcionada aos senadores Fabiano Contarato, Randolfe Rodrigues, Marina Silva, entre outras autoridades. CLIQUE AQUI PARA SSINAR.

Tomara que mais esse absurdo não passe de palavras jogadas ao vento. Mas é preciso que fiscalizemos as ações da pasta sob o comando de Salles, porque ela é fundamental para a vida de todos!

Talvez te interesse ler também:

METAIS PESADOS EM MEIO AOS CORAIS EM ABROLHOS POR CAUSA DA TRAGÉDIA EM MARIANA

FRANÇA PROCLAMA A DECLARAÇÃO DOS DIREITOS DAS ÁRVORES

AS INCRÍVEIS BARATAS-D'ÁGUA GIGANTES SUPER PREDADORAS: COMEM DE TUDO, ATÉ SERPENTES

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!