As árvores se comunicam entre si e reconhecem os seus similares

árvores-comunicam

A floresta é muito mais do que um simples conjunto de árvores. Com efeito, as árvores são capazes de se comunicarem umas com as outras.

É o que foi afirmado por Suzanne Simard, uma perita do Forest Sciences Centre em Vancouver. Seu discurso proferido em ocasião do TedSummit2016 está se tornando viral. Na sua opinião, as árvores são a parte fundamental da floresta, mas a floresta em si é muito mais do que aquilo que vemos.

O que permite que as árvores se comuniquem entre si, encontra-se abaixo do solo e não é visível aos nossos olhos. As árvores são gigantes mas a comunicação delas é baseada em microrganismos que se encontram no solo.

Na opinião de Suzanne, não podemos considerar as árvores como entidades completamente independentes. As palavras da especialista vêm de 30 anos de trabalho e pesquisa nas florestas do Canadá.

As árvores se comunicam entre elas e também reconhecem as suas “parentes”. A árvore-mãe pode reconhecer seus próprios filhos e através de uma rede de comunicação subterrânea, é capaz de manter um contato importante, um fenômeno que não acontece no caso das árvores “estranhas”.

As árvores-mães são capazes de reduzir as suas raízes para dar espaço para as "filhotes". A árvore-mãe, por exemplo, sabe enviar às pequenas mudas vizinhas carbono e sinais de defesa que servem para aumentar a sua resistência.

"É como se as árvores estivessem falando umas com as outras” - disse a especialista em seu discurso. A comunicação entre as árvores ocorre através da ação de microrganismos e também graças aos micélios dos fungos, muitos dos quais ainda têm de ser estudados. Em particular, os micélios são considerados a internet natural da Terra.

O micélio é o aparelho vegetativo dos fungos e é formado a partir de uma tecelagem de filamentos das hifas, túbulos através dos quais escorre o protoplasma.

Em suma, as árvores ainda podem nos surpreender cada vez mais e as motivações para protegê-las são cada vez mais importantes, dado que estas verdes gigantes podem nos salvar das consequências negativas das alterações climáticas.

Leia mais sobre árvores:

ABRAÇAR UMA ÁRVORE PARA SENTIR-SE BEM

NO EQUADOR AS ÁRVORES CAMINHAM E MUDAM DE LUGAR 20 METROS POR ANO

O BORDADO NAS COPAS DAS ÁRVORES DA MALÁSIA: IMAGENS ESPETACULARES