Maçãzinha da morte: a árvore mais perigosa do mundo

mancinella
Existem plantas muito venenosas e, em geral estas são bem conhecidas, como a cicuta, por exemplo. Mas também existem as que não o são, como a "maçãzinha da morte" que, para complicar, tem um fruto parecidíssimo com uma pequena maçã verde, cheirosa e gostosa, e mortal.


Hoje vou falar da mancenilheira (Hippomane mancinella), uma árvore nativa na Florida, nos Estados Unidos, Bahamas, Caraíbas (Guadalupe, Bonaire, Martinica, Antígua e Barbuda, Trinidad e Tobago, etc.), América Central (Honduras, Nicarágua, Panamá, etc) e até ao norte da América do Sul(Colômbia e Venezuela). Por sorte nossa esta planta não ocorre no Brasil, até que algum "espírito de porco" a traga, claro.

Foto BBC

Os vários “venenos” da mancenilheira são tão fortes que basta você passar por baixo, ou ao lado, de uma dessas árvores, para que saia com queimaduras sérias na pele. Imagine então o efeito se você escolher uma dessas árvores, que são frondosas, atraentes, para se proteger de uma chuva!

Com a seiva do mancenilheira os indígenas do Caribe embebiam as pontas de suas flechas e dardos. Também atavam aos troncos os prisioneiros espanhóis. Isso em tempos de luta contra a invasão, conquista, dos territórios americanos, lá pelos idos de 1.500. E, segundo os textos históricos, o nome Hippomane faz referência a cavalos que enlouqueceram após comerem de suas folhas.

A mancenilheira é uma planta da família das Euphorbiaceae, como a  seringueira (Hevea sp.) e a mamona (Ricinus communis), a coroa-de-cristo (Euphorbia miii), família esta composta por 290 gêneros e cerca de 7500 espécies, muitas das quais são habitualmente usadas na decoração de jardins e cercas vivas. E todas são potencialmente perigosas mas, a “maçãzinha da morte”, apelidada assim pelos espanhóis conquistadores da nossa América, ganhou o prêmio (Guinness Book of World Records).

E cortar esta árvore é perigos. Queimá-la, mais ainda pois o fumo produzido libera as toxinas do mancenilheira no ar causando cegueira, problemas respiratórios graves e queimaduras tanto na pele quanto nas mucosas internas.

A madeira do mancenilheira, no entanto, depois de seca ao sol, foi muito usada para construção de móveis coloniais por sua “impermeabilidade” a estragos causados por bichos de madeira. Sua seiva é usada nas medicinas populares da região caribenha e centro americana, em curas venéreas e também tem sua aplicação na homeopatia, exatamente na cura de “loucuras”.

Foto Wordpress

Nos tempos de hoje as mancenilheiras, em vários países, ostentam placas de aviso de perigo e alertas aos turistas pois, essas árvores estão espalhadas por praias maravilhosas da região. Se você, inadvertidamente, tiver contato com alguma, ou, por inadvertência, morder um de seus saborosos frutos, procure imediatamente os serviços médicos de urgência.

Leia também:

PLANTA PODE TAMBÉM MATAR

10 PLANTAS TÓXICAS QUE O BRASILEIRO TEM EM CASA

PLANTAS TÓXICAS PERIGOSAS PARA NOSSOS PET’S

Fonte: KnowledgeNuts, UFL, FDAFoto