Como você pode ajudar no caso do desaparecimento das abelhas

ajudar no caso do desaparecimento das abelhas

Em diversas partes do país, mais notadamente nos estados de Santa Catarina e São Paulo, e também no mundo inteiro, tem acontecido um fenômeno extraordinário: o desaparecimento de abelhas em larga escala.

Esse fenômeno, primeiramente observado nos Estados Unidos há alguns anos, é conhecido como Síndrome do Desaparecimento das Abelhas. Esse processo é caracterizado pela redução, em questão de dias ou semanas, de uma colônia de abelhas a um número ínfimo; fato que acaba enfraquecendo todo o equilíbrio da colônia e contribui para sua eventual extinção.

As abelhas “somem”, como resultado de migração, deixando mel, pólen, crias e até a própria rainha para trás. E isso se dá, porque a síndrome afeta o sistema nervoso das mesmas e assim a memória e o senso de direção ficam comprometidos. Por isso, saem para colher pólen e não conseguem retornar à colmeia.

Algumas das causas que podem provocar a síndrome vão desde doenças, passando por vírus, mudança de clima, falta de nutrientes, agrotóxicos, entre outros; mas ainda não há nenhuma pesquisa definitiva que explique o fenômeno.

Entretanto, apesar de ser um grave problema ambiental – afinal: abelhas polinizam flores, que dão frutos e alimentam outros animais; sem elas, tudo morrerá e nós passaremos por déficits alimentares sérios – há formas de contornar o crescimento da síndrome de desaparecimento das abelhas. Vejamos algumas das atitudes que podemos tomar em nosso dia a dia:

* Plantio de árvores e cultivo de flores – esses elementos garantem o pólen e o néctar que fornece alimento para as abelhas; por isso, plante-as em casa ou em sua vizinhança;

* Consumir produtos de origem orgânica – dê preferência a essa alternativa de alimento, pois contêm pouco ou nenhum agrotóxico em seu cultivo;

* Pesticidas, não! – nenhum pesticida tóxico a abelhas deve ser aplicado – sobretudo os neonicotinoides – faça controle biológico das pragas;

* Colmeia em casa – você pode cultivar uma, com abelhas sem ferrão;

* Proteger todas as abelhas – se vir uma colmeia em situação de risco chame apicultores ou bombeiros, para conduzir a colônia a um lugar adequado, entre outras medidas importantes para manter vivas e presentes as abelhas em nosso planeta.

Fonte foto: freeimages.com