Árvores modeladas por nativos norte-americanos

Árvores modeladas por nativos norte-americanos

Chamam-se Trail Marker Trees e são árvores especiais que os nativos norte-americanos modelaram para que se tornassem um sinal de reconhecimento. Em toda a América do Norte encontram-se estas árvores particularmente curvadas.

Os povos nativos as usavam como um sistema de marcação para indicar áreas importantes como as áreas com fontes de alimentos ou água, e como pontos de referência durante uma viagem, ou seja, uma ajuda para indicar os caminhos mais seguros para se percorrer.

Este não é o resultado da natureza, mas de árvores deliberadamente modeladas pelos índios norte-americanos, de modo que fossem facilmente reconhecíveis.

O aspecto das Trail Marker Trees se diferem dependendo da tribo e da região, mas a forma mais característica é baixa, com uma curva acentuada no tronco que é posicionado horizontalmente no chão. Há então uma curva secundária, como um cotovelo, para cima.

Foram encontrados exemplos dessas árvores nos Estados Unidos e no Canadá. Trata-se principalmente de carvalhos e plátanos. As formas foram dadas usando pedras, paus e cordas feitas de materiais naturais, que eram fixados no chão.

Muitas dessas árvores infelizmente desapareceram, vítimas do desenvolvimento e do desmatamento. Além disso, nem sempre é fácil distingui-las das árvores curvadas naturalmente. Agora, há vários grupos estão trabalhando para garantir que todas as Trail Marker Trees sejam identificadas, marcadas e protegidas.

Trail Marker Trees 1

Trail Marker Trees 2

Trail Marker Trees 3

Árvore nativa

Árvore milenar

Nos Apalaches do Sul, estas árvores estariam presentes aos milhares. As localizações de algumas delas são mantidas em segredo para protegê-las.

Grande parte da documentação e das sinalizações que dispomos hoje sobre as Trail Marker Trees, foram coletadas pelo Great Lakes Trail Marker Albero Society.

Leia também: Domar cavalos de uma forma não violenta fazendo yoga?

Fonte fotos: txhc.org