Mais 50 periquitos foram encontrados mortos próximo a condomínio em Manaus

Periquito morto encontrado na avenida Efigênio Sales, em Manaus

Cerca 50 periquitos-de-asa-branca foram achados mortos em na avenida Efigênio Sales, em Manaus, na manhã de ontem (16). Outros 200 periquitos já haviam sido encontrados mortos, com suspeita de envenenamento, no mesmo local, em 27 de novembro. Desta vez, foi também encontrado um pincel perto de uma das árvores no canteiro central da avenida.

O episódio causou comoção, já que na primeira vez acusou-se moradores de um condomínio próximo de haver envenenado as aves.

Incomodados com a algazarra das aves e sob o pretexto de evitar danos às palmeiras imperiais do condomínio, eles haviam colocado telas protetoras, que foram retiradas no mês passado sob a suspeita de ter colaborado para a morte das aves.

Além do exame toxicológico encomendado à Universidade Federal de Minas Gerais, a Polícia Civil também analisará as câmeras de segurança de dois condomínios localizados na avenida, para buscar explicações sobre o ocorrido.

A delegada titular da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Meio Ambiente (Dema), Isolda Castro, comentou ao D24am: "Além de recolhermos os cinquenta periquitos mortos, suas fezes e penas, também recolhemos um pincel, encontrado próximo aos passarinhos mortos. Todo o material será enviado para a perícia no nosso Instituto de Criminalística, em Manaus". A delegada ainda esclareceu: "A perícia, com base nos coágulos encontrados nas tripas dos animais mortos, trabalha com três hipóteses: envenenamento, infecção por vírus ou bactéria e colisão".

Outras providências deverão ser tomadas pelo IPAAM (Instituto de Proteção Ambiental do Amazonas), cujo presidente, Antonio Stroski, comentou o caso, conforme informação do G1: "Logo naquele primeiro episódio foram tomadas medidas para investigação da causa mortes dos periquitos. Em seguida, fizemos reunião com os condomínios do entorno. Estamos com medidas em execução. Vamos retomá-las". Dentre as medidas previstas está uma poda de condução das árvores do canteiro central do condomínio onde os pássaros foram encontrados mortos. "[Isso contribuirá] De forma que os periquitos não fiquem expostos a uma colisão", ele acrescentou, tendo em vista que colisão é uma das hipóteses para a morte dos periquitos.

Leia também: Ipaam investiga o caso dos periquitos mortos em Manaus

Fonte foto: Camila Henriques/G1