As baleias aquivalem a 4 Amazônias: absorvem 40% do CO2 produzido em todo o mundo

  • atualizado: 
baleias

As baleias e todo o seu ecossistema seriam capazes de absorver uma quantidade de dióxido de carbono equivalente a quatro florestas amazônicas. De fato, elas seriam a solução mais natural e econômica para as mudanças climáticas: uma estratégia de longo prazo para proteger as baleias pode limitar os gases de efeito estufa e o aquecimento global.

A afirmação é feita a partir de um novo estudo do Fundo Monetário Internacional, que vê nas baleias um "caminho low-tech" e uma técnica eficaz para absorver o CO2. Em suma, o ecossistema das baleias seria capaz de absorver 40% de todo o dióxido de carbono produzido no mundo: 37 bilhões de toneladas. Isso é quanto absorvem 1.700 bilhões de árvores, o equivalente a quatro Amazônias.

Já em 2010, uma pesquisa da Australian Antarctic Division havia encontrado nas fezes desses cetáceos um remédio para o aquecimento global, uma vez que favorecem a proliferação do fitoplâncton e mitigam parcialmente a poluição dos oceanos.

A pesquisa científica de agora indica mais claramente do que nunca que nossa pegada de carbono - a liberação de dióxido de carbono (CO2) na atmosfera, que contribui para o aquecimento global por meio do efeito estufa - ameaça nossos ecossistemas e nosso estilo de vida. Porém, os esforços para mitigar as mudanças climáticas enfrentam dois desafios significativos: o primeiro é encontrar maneiras eficazes de reduzir a quantidade de dióxido de carbono no ar ou seu impacto na temperatura média global. O segundo é arrecadar fundos suficientes para colocar essas tecnologias em prática.

Muitas soluções propostas para frear o aquecimento global, como capturar carbono diretamente do ar e enterrá-lo no fundo da terra, são complexas, não testadas e caras. E se houvesse uma solução de baixa tecnologia para esse problema que não fosse apenas eficaz e econômica, mas também tivesse um modelo de financiamento bem-sucedido?

+ Baleia - Carbono

É daí que surge a idéia de uma estratégia surpreendentemente simples e "sem tecnologia" para capturar mais carbono da atmosfera: aumentar as populações globais de baleias.

Os biólogos marinhos descobriram recentemente que as baleias, particularmente as grandes, desempenham um papel importante na captura de carbono da atmosfera, enquanto muitas organizações internacionais implementaram programas de redução das emissões, da degradação e do desmatamento, que financiam a conservação de ecossistemas que capturam carbono.

A adaptação dessas iniciativas no sentido de apoiar os esforços internacionais na restauração das populações de baleias pode levar a uma mudança na luta contra as mudanças climáticas.

Por que as baleias são tão importantes?

O potencial de captura de carbono das baleias é realmente incrível. As baleias acumulam carbono em seus corpos durante suas longas vidas. Quando morrem, afundam no fundo do oceano: cada baleia grande "captura" em média 33 toneladas de CO2, removendo esse carbono da atmosfera por séculos. Enquanto isso, uma árvore "apenas" absorve até 21 kg de dióxido de carbono por ano.

baleia co2

E não apenas isso: de acordo com o estudo do FMI, os excrementos de baleias, particularmente ricos em ferro e nitrogênio, são importantes. De maneira mais geral, à medida que sobem e descem, os cetáceos trazem para a superfície minerais que costumam se acumular no fundo do oceano ("A bomba baleia", é como denomina o estudo) e os movem pelos mares ("a baleia como uma transportadora").

Esses minerais são cruciais para o desenvolvimento do fitoplâncton, o mais eficiente na sucção de dióxido de carbono: segundo os biólogos, o plâncton é mais abundante quanto maior for o número de baleias no entorno.

fitoplancton baleias

A proteção das baleias pode aumentar significativamente a captura de carbono uma vez que a atual população de grandes cetáceos é apenas uma pequena parte do que foi um dia. Infelizmente, após décadas de caça ilegal, os biólogos estimam que as populações globais de baleias atuais equivalem a menos de um quarto do que eram antes. Algumas espécies, como as baleias-azuis, foram reduzidas a apenas 3% da população anterior. Portanto, os benefícios dos serviços ecossistêmicos das baleias para nós e para a nossa sobrevivência são muito mais baixos do que poderiam ser.

Se o número de baleias em circulação puder ser recuperado, conclui o estudo, o impacto nas mudanças climáticas poderá ser realmente enorme.

"Ter apenas 1% a mais de plâncton no mar significa absorver centenas de milhões de toneladas de CO2 por ano. Como se, a cada ano, 2 bilhões de árvores adultas aparecessem ".

Excelentes reflexões e bons propósitos. Mas, devemos admitir: a missão de aumentar a população de baleias não é exatamente brincadeira de criança. 

Talvez te interesse ler também:

O QUE VOCÊ PODE FAZER PARA EVITAR O AUMENTO DO AQUECIMENTO GLOBAL

10 CURIOSIDADES SOBRE AS BALEIAS, OS MAIORES MAMÍFEROS DO MUNDO

A NORUEGA É OU NÃO É UM PAÍS PREOCUPADO COM O MEIO AMBIENTE?

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!