Brasileira vence prêmio internacional por projeto para diminuir o número de animais atropelados

  • atualizado: 
Fernanda Abra

A bióloga brasileira Fernanda Abra, de 32 anos, foi uma das vencedoras do Prêmio Future For Nature 2019 pela iniciativa desenvolvida em seu projeto de doutorado, que visa a diminuir o número de animais atropelados em rodovias, ferrovias e aeroportos brasileiros.

O trabalho da pesquisadora foi avaliado por especialistas de todo o mundo e concorria com mais 125 projetos, como informou o Conselho Federal de Biologia - CFBio.

Fernanda é doutoranda do programa de pós-graduação de Ecologia Aplicada da Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (Esalq/USP).

"Eu me sinto muito feliz em trabalhar pela conservação de espécies incríveis, como a anta, tamanduá-bandeira, lobo-guará, onça-pintada e outros canídeos e felídeos brasileiros e ser orientada e apoiada por pesquisadores e conservacionistas tão respeitados", comenta a bióloga.

O projeto de Fernanda conta com o apoio de parceiros, como a empresa ViaFauna, para reduzir o número de acidentes de trânsito envolvendo animais e veículos no Brasil. Dentre as espécies protegidas estão lobos-guará, pumas e jaguatiricas, graças à implantação de medidas preventivas de proteção, coleta e análise de dados, além de ações de treinamento especial para motoristas e oficiais de trânsito.

Em fase final do doutorado, Fernanda pesquisa as colisões de animais em rodovias no estado de São Paulo e quais são as suas implicações para a conservação biológica, a segurança humana e a economia. A pesquisadora diz que a premiação “ajudará a aumentar meus esforços para fazer a diferença na proteção da incrível biodiversidade brasileira".

De acordo com a professora Katia Ferraz, orientadora do projeto, a pesquisa já vem colhendo resultados positivos na conservação de espécies no Brasil.

“Ela está gerando novo conhecimento sobre o número de mamíferos mortos nas rodovias, entendendo os padrões espaciais e temporais e desenvolvendo ferramentas para reduzir o enorme impacto das rodovias e do tráfego na biodiversidade brasileira", explica a docente.

A orientadora de Fernanda complementa que o trabalho resultará na redução da mortalidade não natural de mamíferos.

A bióloga ainda atua em como consultora e voluntária no programa Ecologia de Estradas em alguns projetos de conservação, como a Iniciativa de Conservação da Anta Brasileira e o projeto Bandeiras e Rodovias. Fernanda também coordena grupos de trabalhos sobre o impacto de transportes nos Planos de Ação Nacionais dos canídeos, felinos e ungulados ameaçados de extinção.

Trabalhos concorrentes

Os demais vencedores da premiação foram Divya Karnad, com um projeto que reduz as capturas de tubarões ameaçados na costa de Coromandel, na Índia, e Olivier Nsengimana, com um projeto de proteção de aves em Ruanda, que combate o comércio ilegal e facilita os programas de reintrodução da espécie com o envolvimento da população local.

O Future For Nature Awards será apresentado no Burgers'Zoo pelo 12º ano consecutivo. A cerimônia de premiação ocorrerá em 3 de maio, no Royal Burgers 'Zoo, em Arnhem, na Holanda.

Parabéns à Fernanda e à sua orientadora, que demonstraram que a ciência é um dos alicerces para o desenvolvimento de um país.

Talvez te interesse ler também:

APLICATIVO AJUDA A SALVAR ANIMAIS DE ATROPELAMENTOS

MORADORES FAZEM TÚNEL PARA FOFÍSSIMOS PINGUINS NA NOVA ZELÂNDIA

UM CORREDOR ECOLÓGICO PARA SALVAR PRIMATA NO AMAZONAS

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!