O príncipe Harry dirá adeus à caça por amor à Meghan (talvez)

  • atualizado: 

Este é segundo ano que o Príncipe Harry não fará parte da tradicional caça de Santo Stefano da família real britânica, evento que frequenta há 20 anos.

Tudo indica que o que o influenciou nessa decisão tenha sido a sua esposa e duquesa de Sussex, Meghan Markle, que é vegana ocasionalmente e ativista dos Direitos dos Animais.

Meghan, já no ano passado, expressou seu descontentamento com Harry quando, na ocasião, ele se uniu à família em uma caça de javalis na Alemanha. Desde então ele deixou de participar desses tipos de eventos. 

Neste ano, a casa de campo Sandringham House, no condado de Norfolk, local do evento de caça ao faisão, terá a presença do irmão do Príncipe Harry, William e de Charles, o príncipe de Gales. Segundo vários relatos, o Príncipe Harry tem deixado a prática de caça de animais e o que o teria motivado a fazer isto, seria a desaprovação de sua esposa Meghan Markle, que se opõe à essa prática cruel.

Saiba mais sobre este caso, com mais informações a seguir!

1. O amor transformador

Inspirado por Meghan Marke, desde que começaram a namorar, o Príncipe Harry tem vivido de forma mais saudável e natural. Atualmente com 34 anos, ele se casou em maio deste ano e agora sua esposa está grávida, outro forte motivo que o levou à se distanciar da atividade de caça ao faisão, pois ele gostaria de passar mais tempo com a duquesa de Sussex.

A duquesa, que trabalhava como atriz antes de casar com o Príncipe Harry, por ser amante dos animais e vegana durante a semana, não veste roupas com peles de animais, como fazem outras mulheres da nobreza real. Provavelmente, isto vem influenciando na mudança do príncipe Harry, que já no ano passado começou essa mudança, não participando do Boxing Day, evento de caça ao faisão, e também, há três meses da caça ao grouse (perdiz) em Balmoral.

O jornal Sunday Mirror noticiou que a duquesa de Sussex tinha ficado muito triste ao saber que o príncipe havia participado da caça ao javali na Alemanha, enquanto ela estava no Canadá, atuando como atriz nas filmagens do drama Suits.

Pessoas, que conhecem o casal, comentam que o príncipe Harry está se alimentando de forma muito mais saudável, desde que começou a namorar com Meghan Markle, inclusive consumindo menos carne.

Há tempo atrás, a duquesa relatou à revista Good Housekeeping que sempre deixava na geladeira para ele consumir, pudim de sementes de chia, leite de amêndoa, cenoura, homus e suco verde.

2. O apoio da Vegan Society à Megan Markle

A Vegan Society apoia a posição da duquesa contra a caça. Dominika Piasecka, porta-voz da The Vegan Society, declarou:

“Estamos muito felizes em saber que a Duquesa tem colaborado para que o Príncipe Harry não participe da caça aos faisões.
As tradições são importantes para todas as nações, mas quando envolvem assassinatos sem sentido, não devem continuar!"
“Veganos ou não, muitos britânicos se opõem fortemente à caça aos animais e esperamos ver a família real como exemplo, parando de participar dessa prática cruel!'"

Porém, fontes de informarções do Palácio Real rejeitam a hipótese de que seja definitivo o distanciamento do Príncipe Harry da prática da caça aos animais.

Alguns tablóides britânicos têm noticiado que ele não irá participar do Boxing Day que ocorrerá no dia 26 de dezembro, na qual seu irmão William, infelizmente irá participar. Desde os 12 anos de idade, o príncipe Harry participa dessa cruel tradição familiar, mas, segundo o Sunday Mirror, este ano ele romperá a tradição.

As idéias de Meghan, como ativista vegana e pelos direitos dos animais, podem também ter levado o príncipe Harry a decisão de viver uma vida mais tranquila e natural, em uma casa de campo.

Ainda segundo o jornal Sunday Mirror, uma fonte interna no Palácio de Kensington, colocou em dúvida as informações de que o Príncipe Harry irá se afastar definitivamente da prática de caça aos animais, podendo vir a participar outros anos do Boxing Day.

Seja como for, a torcida é intensa e grande da parte dos amantes e protetores dos animais, para que ele deixe definitivamente essa terrível prática e que possa inspirar e servir de exemplo para outros da família real a fazerem o mesmo! Caçar animais não tem nada de chique! É um esporte de gosto cruelmente duvidoso.

Talvez te interesse ler também:

O ESTRANHO MUNDO ONDE AMAMOS OS ANIMAIS MAS OS COMEMOS

FLAMINGOS COM AS ASAS CORTADAS. EM ARUBA, O HORROR EM NOME DO SELFIE

ESTUDO REVELA NÚMEROS E ESPÉCIES DOS ANIMAIS MAIS CAÇADOS NA AMAZÔNIA NO SÉCULO XX

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!