Como vivem os caracóis. Curiosidades e diferenças entre moluscos

  • atualizado: 
caracóis

Os caracóis são criaturas diferenciadas, para umas pessoas causam curiosidade e outras estranheza, mas o fato é que são seres com um mundo próprio, que vivenciam sua existência rastejante, de forma até que movimentada, mesmo que em velocidade mínima. Os caracóis, assim como os caramujos e as lesmas pertencem à classe do gastrópodes. Conheçam, neste conteúdo, mais detalhes sobre esse molusco. 

O que será visto a seguir:

 

1. Origem do nome

O nome "caracol" tem origem do latim cochleolus. No Brasil e em certas partes de Portugal, esse nome é dado às espécies terrestres. As espécies aquáticas são chamadas de caramujos. A espécie Achatina fulica, que foi trazida da África, é conhecida como caramujo-africano.

2. Características principais e curiosidades

Como classificação, os caracóis são definidos como moluscos terrestres. Possuem concha espiralada que, na verdade é seu esqueleto externo. A concha do caracol é constituída de calcário e pesa pouco mais de um terço do peso total dele. As conchas desses moluscos, comparando com nosso esqueleto é como se ficasse do lado de fora do corpo, por isso denomina-se exoesqueleto.

A parte externa da concha é dura, constituída por carbonato de cálcio, o mesmo material dos nossos ossos. É revestida por dentro pelo manto, um tipo de pele que permite que ele possa se recolher para dentro da concha ficando aconchegado.

Moluscos são considerados animais invertebrados, devido ao corpo mole e longo, embora envolvido pela concha.

Podem viver na terra ou nas águas do rio ou do mar. Há mais de 100 mil espécies distintas.

Os caracóis não têm o sentido da audição e utilizam mais o tato e o olfato que se situam em todo o corpo mas principalmente nos tentáculos.

Os olhos do caracol ficam na pontas superiores dos tentáculos, porém a maioria deles não enxerga.

anatomia caracol

Anatomia do caracol

 

Os caracóis terrestres vivem em ambientes de solo úmido, não encharcado. Durante o dia ficam mais escondidos, se movimentam mais durante a noite.

Eles se deslocam movimentando-se com o músculo do seu único pé. Para lubrificarem a superfície que passam rastejando sem sofrer atrito liberam um muco que eles eliminam da parte debaixo do corpo.

Ao lado da boca do caracol se localiza o aparelho genital e a entrada e saída do ar dos pulmões, o pneumóstoma, que se situa embaixo da concha.

Podemos ver caracóis nos jardins, hortas e pomares, pois eles se alimentam de diversas de plantas. Existem algumas espécies que são carnívoras e alimentam-se de minhocas e lesmas.

3. Nutrição

Os caracóis, em sua maioria, são basicamente herbívoros pois comem verduras como couve, alface, frutos carnosos como a melancia, banana e maçã. São animais de hábitos noturnos, com apetite voraz, pois comem grande quantidade de alimentos. Essa voracidade está atrelada ao clima e às estações do ano, em clima seco e quente ficam vários dias sem se alimentarem, já nos dias frescos consomem diariamente cerca de 40% de seu peso.

Os gastrópodes para se alimentarem usam a rádula, órgão parecido com a língua, com milhares de protuberâncias que têm a função dos dentes. A ponta da rádula raspa o alimento e os "dentes” na sua superfície o cortam.

4. Reprodução

O caracol é hermafrodita ou seja, possui 2 sexos, entretanto necessita de um parceiro para realizar acasalamento e a fecundação. A maioria dos gastrópodes terrestres é hermafrodita: cada um possui um pênis e uma vagina, porém precisa de um parceiro para reprodução.

Quando ocorre o acasalamento, acontece de um fecundar ao outro e vice-versa. Para se reproduzirem formam casais e copulam em média 4 vezes por ano. O acasalamento pode durar até 10 horas. A gestação dura cerca de 16 dias quando então cada parceiro vai para um lugar úmido, limpa a superfície e cava com a cabeça de 5 a 10 cm para depositar os ovos. Dependendo da espécie, cada um deposita, em média, de 100 a 300 ovos.

Leia também: A NOVA ESPÉCIE DE CARACOL QUE SE TORNOU BANDEIRA DO DIREITO AO CASAMENTO GAY

5. Diferenças entre caracol, caramujo e lesma

caramujo

Caramujo Heleobia australis

Existem diferenças entre caracol, caramujo e lesma e, para saber distinguir um do outro, saibam quais são:

  • Caracol vive na terra. Ele tem concha mais frágil e delicada.
  • Caramujo vive na água. A concha do caramujo é mais resistente mais adequada para o meio aquático e ele respira por brânquias, similar aoo sistema respiratório do peixe
  • A lesma é molusco como o caracol e o caramujo, mas não tem concha.

O corpo das lesmas terrestres tem três partes principais:

  • cabeça
  • massa visceral, que é recoberta por uma espécie de pele, o manto
  • da cabeça saem quatro tentáculos, todos retráteis: dois ficam na base dos olhos e dois são utilizados como tato e olfato.

A lesma não tem sistema de proteção contra o calor e o frio e ainda é presa mais fácil para predadores. Vive na terra, em hortas, jardins e matas.

6. Semelhanças entre caracol e caramujo

Ambos são parecidos, embora se tratem de espécies diferentes. Esses moluscos possuem corpo mole, coberto por concha que funciona como proteção.

O corpo de ambos os moluscos é formado por três partes:

  • CABEÇA: que possui quatro tentáculos, dois menores que funcionam como olhos e dois maiores que servem para tato e olfato
  • MASSA VISCERAL: envolvida pela concha e onde se localizam a maioria dos órgãos internos, como coração e pulmões
  • : onde se situa a boca e órgãos sensoriais que estão ligados aos tentáculos.
 

7. Moluscos, antigos moradores da Terra

foto

Os moluscos, entre eles os caracóis, são antigos moradores da Terra. Há registros de fósseis de gastrópodes com cerca de 500 milhões de anos atrás.

Sem eles, poderiam ocorrer desequilíbrios ambientais e ecológicos. Eles, assim, como outros seres vivos, contribuem para a preservação de outras espécies na Natureza.

Cada criatura tem a sua importância para a manutenção da nossa existência. Respeite toda e qualquer forma de vida!

Talvez te interesse ler também:

seta

URUBU: CARACTERÍSTICAS, CURIOSIDADES E SUA IMPORTÂNCIA NA NATUREZA

setaA IMPORTÂNCIA MUNDIAL DOS SAPOS (QUE ATÉ TÊM UM DIA ESPECIAL PARA ELES!)

setaQUAIS SÃO AS COBRAS MAIS VENENOSAS DO MUNDO?

setaSALAMANDRAS CONTRA O AQUECIMENTO GLOBAL

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!