Morcego - informações e curiosidades

  • atualizado: 
morcegos

Este conteúdo vem para desmistificar a fama de "mau" que o morcego angariou, por ser associado somente a inexistentes aspectos negativos. Para conhecer e entender os aspectos positivos e benéficos do morcego, neste conteúdo serão explicados os seguintes tópicos:

 

1. Tipo de alimentação do morcego

À respeito da alimentação, é bom salientar que entre milhares de espécies de morcegos, somente 3 são hematófagas, ou seja, se alimentam de sangue de aves e pequenos roedores. As demais são herbívoras (vegetais e sementes) ou se alimentam de insetos.

setaCONHEÇA OS MORCEGOS QUE "PREFEREM" SANGUE HUMANO!

2. Os morcegos promovem o equilíbrio ecológico do planeta

Costuma-se responsabilizar o morcego como agente transmissor da raiva, mas ele não é o único animal e, entre  cerca de 1000 espécies, só em 3 existe essa possibilidade por se alimentar de sangue de animais.

A solução para qualquer doença contagiosa, está mais em redobrar os cuidados profiláticos, melhorar a alimentação, saneamento básico e a higiene, do que combater e erradicar esses animais, responsáveis pelo equilíbrio ecológico do planeta.

Se não fossem os morcegos, o planeta estaria infestado de insetos e sem renovação das florestas, pois eles são os principais agentes de polinização e semeadura de vegetais.

Várias espécies de morcegos se alimentam do néctar das plantas, espalhando, e contribuído para a polinização da vegetação e germinação das sementes que ao saírem em suas fezes, são depositadas no solo.

Os morcegos polinizam dois terços da plantas tropicais, com flores e frutos! Devido a estes fatores, os morcegos são animais de importância vital para a manutenção da biodiversidade.

3. A maioria dos morcegos é inofensiva

A maioria dos morcegos é inofensiva pois, de cerca de 1000 espécies, somente 3 se alimentam do sangue de animais.

Existem países em que os cidadãos têm a consciência da importância da preservação desse animais e colaboram com a preservação deles, construindo abrigos e disponibilizando bebedouros para os morcegos se protegerem, mantendo o equilíbrio do ecossistema da região.

4. Curiosidades sobre os morcegos

Veja algumas curiosidades sobre os morcegos, confiram:

4.1. Os morcegos compõem 20% de todos mamíferos

Uma das maiores ordens de mamíferos é a dos morcegos. A ordem dos morcegos, Chiroptera, é formada por mais de 1.200 espécies. Essa ordem, dos quirópteros se divide em duas subordens:

I- Os megamorcegos: conhecidos como raposas-voadoras, que têm uma potente visão e se nutrem de frutas e néctar.
II- Os micromorcegos: se alimentam de insetos e sangue de animais e possuem a capacidade de ecolocalização (localização pelo eco).

4.2. Os morcegos controlam o aumento populacional de insetos

Onde existe uma grande colônia de morcegos na região, não há grande incidência de insetos.

Um único morcego come mais de 600 insetos por hora, por isso, agricultores que buscam preservar sua plantação contribuam com a preservação dessa espécie.

4.3. Morcegos-fêmeas controlam sua gestação

As mamães-morcego têm estratégias biológicas que controlam a fertilização, a implantação do óvulo e o desenvolvimento do feto.

Em espécies de morcegos em que o acasalamento acontece no outono, as fêmeas guardam o sêmen do macho, em seu sistema reprodutor, para seus óvulos serem fertilizados na primavera. 

Em outras situações, o óvulo é fertilizado após a cópula, entretanto a implantação na parede uterina só ocorre quando há condições satisfatórias.

Em outra estratégia de adaptação, a fertilização e implantação acontecem, normalmente, mas o feto fica adormecido por um longo período.

As fêmeas usam estas estratégias para que o nascimento dos filhotes coincida com a época que ocorre maior oferta de frutas e insetos, no seu habitat.

5. Os morcegos não são sugadores

morcego

Realmente, algumas espécies de morcegos se alimentam de sangue, mas ao contrário do que se pensa, eles não chupam o sangue dos animais.

O que ocorre é que eles usam seus dentes afiados para realizar um pequeno corte na pele do animal e, dessa forma, lambem, ingerindo apenas o sangue que sai do ferimento.

Outro engano é achar que os morcegos precisam de grande quantidade de sangue, para se nutrirem.

Duas colheres de sopa são uma dose diária suficiente para o morcego e uma quantidade que não coloca em risco a vida da vítima.

A saliva o morcego possui uma substância anestésica que impede que o animal sinta o corte.

6. O hábito do morcego de ficar de ponta-cabeça é para economizar energia

O morcego tem o hábito de ficar de ponta-cabeça. Essa posição é fundamental para que o morcego conserve sua energia.
Isso ocorre devido ao fato do sistema circulatório desse animal ser diferente do nosso. O sangue do morcego é bombeado até as extremidades e distribuído por todo o corpo quando ele fica de ponta-cabeça.

7. Os morcegos são os únicos mamíferos que voam

O morcego é o único mamífero que consegue levantar voo e se manter no ar. Essas criaturas voam batendo seus dígitos das patas.

8. Os morcegos vivem em vastas colônias

A maior colônia de morcegos se situa na caverna de Bracken Bat, no Texas (EUA), onde vivem 20 milhões de morcegos.

Em uma única noite, a população de morcegos dessa colônia pode chegar à se alimentar de 200 toneladas de insetos!

A maior colônia urbana de morcegos fica em Austin, também, no Texas, onde cerca de 1,5 milhão de morcegos habitam a parte debaixo da ponte Ann W. Richards Congress Avenue Bridge.

Após passarem o inverno no México, estes morcegos migram para a cidade de Austin, de março à novembro, chamando a atenção de turistas e moradores com seus voos incríveis, pelo céu da região!

seta O ESPECTÁCULO DA MAIOR COLÔNIA DE MORCEGOS DO MUNDO

9. Vídeo 'cute-cute' com filhotes de morcegos

Este vídeo mostra filhotes que, por problemas ambientais, foram separados, acidentalmente e precocemente, de suas respectivas mamães, sendo resgatados por uma entidade de proteção aos morcegos chamada Australian Bat Clinic & Wildlife Trauma Centre, onde são cuidados até terem condições de voltarem à Natureza.

10. As aparências enganam!

Bem, deu para perceber que o morcego está mais para Batman do que para vampiro, não é? rs
Brincadeira à parte!

Falando sério, se criou um mito do morcego ser uma animal perigoso e maléfico, sendo tratado como um ser vampiresco, parasita e causador de doença.

Aparências e representações criadas pela mente humana, dominada pelo medo, enganam e nos fazem ser injustos, preconceituosos e cruéis com essa espécie que sofre as consequências dessa hostilização, até correndo risco de vida, pela ação humana.

Ao olhar um morcego apague todos as impressões que entraram em sua mente e olhe em seus olhos, perceberás que a realidade é bem outra e que a maldade, que lhe imputaram, e que não existe!

Ele é apenas um ser vivo, que faz parte dessa imensa diversidade, chamada existência, vivendo segundo sua natureza, como cada espécie deste planeta!

Leia outras curiosidades sobre os morcegos:

setaCOMO E PORQUE ATRAIR MORCEGOS PARA O SEU JARDIM

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!