A Vida da Aranha: como são e se reproduzem. Espécies e Simbologia

  • atualizado: 
aranha

Quando o assunto é aranha tem gente que treme nas bases! Algumas pessoas têm até fobia de aranhas, são aracnofóbicas, só de verem uma aranha têm uma crise de pânico. Este conteúdo vem para mudar essa representação que muitas pessoas têm das aranhas, pois, nem todas são venenosas, e elas,também, têm medo e se assustam ao menor movimento. Vamos conhecer mais esses bichinhos e, quem sabe perder o medo deles?

As aranha são da família dos aracnídeos e não são insetos, como muitas pessoas acham.

A diferença das aranha para os insetos é que:

  • Possuem quatro pares de pernas; já os insetos, três pares
  • Não possuem asas ou antenas, como os insetos
  • O corpo da aranha divide-se em duas partes e o dos insetos, em três

Se olharmos com mais observação as aranhas, veremos criaturas que, como nós, nascem, se desenvolvem, vivem em seu habitat, constroem seu lar, procriam e protegem sua prole, preservando a manutenção de sua espécie.

As aranhas fazem parte da diversidade da Vida!

Para conhecer mais as aranhas serão elucidados os seguintes tópicos:

 

1. Características das aranhas

  • Possuem esqueleto externo - o exoesqueleto
  • Não têm antenas
  • Possuem quatro pares de patas torácicas e 3 pares de pernas.
  • Respiram por meio de filotraquéias e pulmões foliares, que parecem páginas de um livro.
  • Seu corpo é dividido em cefalotóraxe abdômen.
  • Têm a cabeça e o tórax separados do abdômen, por uma estreita cintura.
  • Todas as aranhas produzem seda, para construir suas teias.
  • As teias servem como moradas e para proteger seus ovos, algumas aranhas as utiliza para capturar alimentos.
  • Existem aranhas que possuem glândulas produtoras de veneno, entretanto, poucas são perigosas para os humanos.
  • As aranhas se alimentam de insetos, mas nem todas são carnívoras.
  • Esta criaturas trocam de pele, periodicamente, de 5 a 7 vezes, durante seu desenvolvimento.
  • Aranhas, como as tarântulas, vivem até 25 anos, trocando de pele à cada ano.
  • Ela possuem ferrão na cabeça e garras para segurar, picar e triturar.
  • Na ponta das garras ficam duas estruturas parecidas com seringas, ocas e pontiagudas, usadas para picar a presa e injetar o veneno.
  • Entre a boca e o estômago da aranha existe uma estrutura formada de milhares de pelos finos, que atuam como um filtro, onde só pequenas partículas podem passar.
  • A maioria das aranhas possuem 8 olhos, algumas têm 6, 4 ou 2 olhos - ou mesmo nenhum, as aranhas de caverna são cegas.
  • O tórax e a cabeça,da aranha são cobertos, na parte dorsal, pela carapaça.
  • O abdômen tem forma ovoide e pode se dilatar , após um farta refeição ou para desenvolvimento de ovos.
  • As aranhas têm sangue incolor, chamado hemolinfa, que além de transportar nutrientes, hormônios, oxigênio e células, serve para elevar a pressão, durante a muda de pele.
  • O coração da aranha situa-se no dorso do abdômen.
  • Os pelos, ao longo o corpo, formam os órgãos do tato, percebendo movimentos e mudanças climáticas.
  • As fiandeiras são os órgãos de tecelagem da aranha e situam-se no final do abdômen, antes do ânus, podem ser em número de duas, quatro ou seis.
  • Nas fiandeiras se localizam as fúsulas, tubos quase microscópicos, por onde saem o líquido para a produção de seda, este líquido solidifica-se em contato com o ar, para formar os fios da teia.
  • As aranhas tiveram seu surgimento, há mais de 400 milhões de anos.
 

2. Espécies de aranhas

Existem muitas espécies de aranhas, das mais "fofas" como a aranha-pavão:

foto

Às temidas...

2.1. Viúva-Negra

O nome “viúva-negra” se refere às várias espécies de aranha do gênero Latrodectus, espalhadas por toda a América.
Este tipo de aranha possui cor negra, com uma larga mancha vermelha no abdômen, é pequena, com cerca de 1 a 3 cm de comprimento.

O nome viúva-negra é pelo fato da fêmea, geralmente, se alimentar do macho após a cópula (acasalamento).
É uma aranha muito conhecida no Brasil.
A viúva-negra tem o veneno forte.

viúva negra

2.2. Aranha-Caranguejeira (Tarântula)

A tarântula ou caranguejeira pertence a família Theraphosidae, com cerca de 920 espécies.
Caracteriza-se por ter patas longas com duas garras na ponta e corpo coberto de pelos.

As tarântulas estão distribuídas pelo mundo e vivem nas regiões temperadas e tropicais das Américas, Ásia, África e Oriente Médio.

O nome “tarântula” vem da cidade de Taranto, no sul da Itália, onde, inicialmente, era reconhecida como um tipo de Aranha-Lobo.
As tarântulas, apesar da aparência assustadora, não são perigosas para a espécie humana, pois, não produzem toxinas nocivas ao ser humano.

Existem pessoas que criam tarântulas como animais de estimação.
Estas aranhas podem alcançar, em média, de 15 cm a 25 cm de comprimento com as pernas estendidas, existem espécies que podem chegar até 30 cm, como é o caso da tarântula-gigante.

fotoVeja também: Tarântula-golias: um encontro de perto com a maior aranha do mundo

2.3. Aranhas de Jardim

As aranhas de jardim são aranhas errantes, que não tecem teias e vivem em gramados, junto às residências.
Estes tipos de aranhas não são agressivas, existindo mais de 100 espécies só no Brasil.
Sua picada é dolorida, entretanto, não causa danos sérios.
Podem alcançar, cerca de 10 cm.

2.4. Aranha-Armadeira

A armadeira, também, chamada de aranha-macaco ou aranha de bananeira, pertence ao gênero Phoneutria (do grego phoneútria: assassina), da família dos ctenídeos.

O nome armadeira vem da sua atitude de ataque, com as patas dianteiras erguidas.
Estas aranhas são oriundas da América do Sul.

Elas têm um corpo de 3,5 cm a 5 cm e pernas de até 17 cm de envergadura (fêmea), são altamente agressivas e peçonhentas.
Esta aranha é considerada a mais venenosa do mundo, segundo o o livro de recordes, Guiness Book, devido à potência neurotóxica do seu veneno.

aranha armadeira

2.5. Aranha-Marrom

Aranha-marrom é o nome popular das aranhas pertencentes ao gênero Loxosceles.

Em geral, atingem um comprimento entre 7 e 12 mm (possuem patas longas,com dois terços do tamanho total, o corpo é de coloração marrom e os seis olhos de cor branca.

Algumas têm o desenho de uma estrela no cefalotórax.

Confeccionam teias irregulares, têm como comportamento a peregrinação noturna e a alta atividade no verão.

Durante o dia ficam escondidas sob cascas de árvores ou folhas secas ou atrás de móveis, em sótãos, porões e garagens.

São venenosas, conhecidas por sua picada necrosante.

aranhaa marrom

2.6. Aranha Nephilengys cruentata (Nephilidae)

Esta espécie de aranha é originária do continente africano, não são perigosas e se alimentam de insetos.

As fêmeas, desta espécie, são maiores que os machos, ela podem chegar a 19 cm, enquanto, o macho, no máximo, 4 cm.

Esta aranha gosta muito de ficar próxima à luminárias e beiradas de janelas, em pontes, tetos de varandas, cantos internos de telhados e locais onde há boa movimentação de insetos.

São criaturas territorialistas, costumam constituir moradia onde fazem sua teia.

No Brasil, podemos encontrar essa aranhas, principalmente, no Rio de janeiro, em São Paulo e em Minas Gerais.

nephilengys cruentata

No site Ninha Bio tem fotos de várias espécies de aranhas, com descrição de cada uma delas. Confiram!

3. A importância ecológica das aranhas

Sem as aranhas nosso planeta ficaria infestado de insetos.
A aranha contribui para a manutenção do equilíbrio ecológico.
Dessa forma, por mais, que a aranha pareça assustadora, ela contribui para a ordem natural da biodiversidade e do meio-ambiente.

4. Acasalamento e reprodução

Em se tratando de reprodução, a aranha tem suas peculiaridades.
Geralmente, o macho tece uma teia, denominada teia espermática, nela deposita seu esperma, injetando na fêmea, em seguida.
Para realizar o acasalamento, o macho provoca vibrações ritmadas na teia ou outro local onde está localizado, chamando a atenção da fêmea, sinalizando, dessa forma, que quer acasalar.

Algum tempo depois da cópula, a fêmea põe até 3.000 ovos.

Ela tece um disco de seda, onde são depositados os ovos. em seguida, tece outro, acima dos ovos, os fechando dentro de um aglomerado de seda, em forma esférica, que recebe a denominação de ooteca ou ovissaco.

A ooteca é um microhabitat para a proteção dos ovos.
Os ovissacos são presos à teia, escondidos no abrigo da aranha-mãe ou carregados por ela.

5. A simbologia da aranha

Segundo o simbolismo do Xamânisco, o toten da aranha tem significados que nos transmitem lições para nossa vida.

A aranha, com sua forma de viver, nos transmite paciência, flexibilidade e persistência ao estruturar sua teia.

Assim como a aranha, tecemos os caminhos da nossa vida, de acordo com nossas escolhas, forma de viver e responsabilidades.

A aranha faz acontecer, de fio em fio, confecciona sua teia e nós tecemos os fios de nossos sonhos os transformando na teia de nossa realidade.

No ensinamento xamãnico, o arquétipo da Aranha, ensina a tecer a nossa vida, conforme aquilo que anelamos.

O equilíbrio entre estratégia e ideal, impulso e foco estão contidos no arquétipo da aranha.

A aranha nos ensina determinação, mesmo quando, por algum motivo, sua teia é desmanchada, ela persiste e recomeça, uma nova teia, não desiste!

Por vezes, precisamos restruturar nossos objetivos, mudar a estratégia, para tecer novas ações. 

Observando a aranha, podemos aprender vários ensinamentos úteis, para nossa existência.

6. A Aranha Charlotte

No filme "A menina e o Porquinho", um dos personagens marcantes dessa história é a aranha Charlotte, tão simpática que é, poderá fazer com que você e ou os teus filhos percam o medo de aranhas e até passe a gostar delas:

E continuando sobre as aranhas, talvez te interesse ler também:

TER MEDO DE ARANHAS E COBRAS É NATURAL E INATO, DIZ PESQUISA

ARANHA COMENDO COBRA: CIENTISTAS BRASILEIROS FAZEM PRIMEIRO E RARÍSSIMO REGISTRO

VOCÊ TEM ARANHAS EM CASA? VEJA COMO LIDAR COM ELAS, DE FORMA NATURAL

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!