Mais de 160 mil assinaturas foram entregues ao ICMBio pela criação do Parque do Tatu-Bola

  • atualizado: 

criação do Parque do Tatu-Bola

Você participou da campanha pela preservação do tatu-bola? Então saiba que sua assinatura foi entregue ao diretor do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), Sérgio Brant, nesta quarta-feira (02).

O nosso querido tatu-bola (Tolypeutes tricinctus) foi anunciado em setembro de 2012 como mascote da Copa do Mundo de 2014, com o nome de Fuleco (Futebol e Ecologia).

A escolha foi uma oportunidade para chamar a atenção do mundo inteiro para a preservação desta espécie, que está há mais de 10 anos na lista dos animais em extinção.

A petição, criada por Felipe Melo, pesquisador da Universidade Federal de Pernambuco, pede a criação do Parque Nacional do Tatu-bola e a ampliação do sistema de áreas protegidas da Caatinga, que atualmente é o ecossistema mais desprotegido de todo o país.

Infelizmente a caça ao tatu faz parte do cenário cultural regional, onde é comum comer a carne do animal, porém este hábito traz o risco de contrair doenças como hanseníase, além de ser uma prática que pode leva-lo à extinção.

Em menos de um mês, o abaixo-assinado conseguiu arrecadar mais de 160 mil assinaturas, porém a petição continuará disponível até que seus objetivos sejam alcançados.

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!