Lagostas também se estressam, afirmam pesquisadores

Lagostas também se estressam

Um estudo publicado na revista Science revela que os crustáceos experimentam emoções básicas e que se acalmam quando medicamentos humanos para a ansiedade lhes são administrados. Segundo a pesquisa, as lagostas podem ter estresse emocional e se acalmarem quando recebem a mesma medicação utilizada em humanos para ansiedade. As descobertas sugerem que até mesmo os invertebrados podem experimentar emoções rudimentares, algo que não se suspeitava antes.

No experimento, os cientistas exploraram o fato de que os crustáceos gostam mais de ficarem em águas escuras, onde se sentem mais confortáveis. As lagostas foram expostas a um campo elétrico leve, e, posteriormente colocadas em um aquário, com um labirinto iluminado e outro escuro. Os crustáceos não estressados exploraram tanto o local iluminado quanto o escuro, porém os que foram expostos aos choques mais fortes, foram somente para o local escuro.

O comportamento dos animais estressados em evitar a luz foi associado aos elevados níveis de serotonina no cérebro, o que se sabe, tem um efeito sobre o humor em humanos. Posteriormente, um neurotransmissor foi injetado nas lagostas, o suficiente para deixá-las ansiosas e, prosseguindo ao experimento, administraram clordiazepóxido (CDZ), uma droga usada para tratar a ansiedade em seres humanos e descobriu-se que as lagostas responderam positivamente ao tratamento.

Os crustáceos medicados se acalmaram e foram felizes explorar as partes iluminadas do aquário. Os pesquisadores afirmam que a ansiedade poderia ter evoluído muito mais cedo do que se pensava e que foi um recurso útil para a sobrevivência destes animais.

A equipe, liderada pelo Dr. Daniel Cattaert da Universidade de Bordeaux, escreveu na revista Science: "As análises deste comportamento ancestral em um modelo simples revela uma nova rota para a compreensão de ansiedade que pode alterar as nossas concepções sobre o estado emocional de invertebrados. Os resultados revelam a capacidade de um invertebrado em exibir um estado de ânimo que é semelhante à emoção experimentada por mamíferos".

Se você ama os animais, este é mais um motivo para não comer peixes e frutos do mar!