Nos pet shops de São Francisco, só cães e gatos abandonados a venda

  • atualizado: 
cães abandonados

Nos pet shops de São Francisco - Estados Unidos, haverá somente cães e gatos abandonados para venda. Recentemente, a cidade introduziu uma nova lei que obriga que os animais a venda tenham sido abandonados ou sejam provenientes de abrigos.

É o que fora estabelecido por uma decisão da Comissão de vigilância da cidade californiana que aprovou a proposta da supervisora Katy Tan. O objetivo é eliminar a exploração dos animais.

Além disso, de acordo com as autoridades de São Francisco, a decisão tenderá a desencorajar a prática de criação de animais para fins apenas de comércio e facilitar a adoção de milhares de animais que já ocupam os abrigos da cidade.

São Francisco é a primeira cidade dos EUA a implementar tal medida, que também prevê a proibição da venda de animais antes de 8 semanas de vida. Los Angeles, San Diego, Chicago, Filadélfia, Boston e Austin têm legislações semelhantes.

"Os amantes dos animais ficam horrorizados só com o pensamento de manter um animal de estimação em uma gaiola suja, por um segundo, muito menos por uma semana, um mês ou até mesmo por anos. No entanto, este é o destino de muitos animais destinados a venda”, explicam as autoridades.

Mimi Bekhechi da PETA elogiou a decisão da cidade:

"Com esta votação, São Francisco provou ser uma cidade que ama os milhões de cães e gatos que precisam desesperadamente de uma casa. As lojas de animais alimentam a ganância de um setor cruel para fins comerciais, em que cães e gatos fêmeas são mantidos em gaiolas sujas de metal, com a finalidade única de produzir ninhadas de pequenos consanguíneos que serão então levados para longe, transportados a centenas de quilômetros e vendidos”.

A cidade norte-americana reconheceu que os animais não são bens de consumo e deverá dificultar e ou impedir o business sobre os animais.

Na verdade, o melhor seria adotar os animais diretamente dos abrigos em que estes se encontram em vez de comprá-los em lojas. Eles não são objetos, mas sim, seres vivos. Milhares de animais, cães e gatos, no mundo inteiro estão em abrigos à espera de alguém que lhes possa dar um verdadeiro lar, atenção, cuidados e tanto amor.

Aliás, o abandono animal tem a ver com o comércio a partir do momento que a venda sugere o descarte do produto quando este não satisfaz a vontade ou a expectativa do freguês.

Leia mais sobre comércio de animais:

É PROIBIDO EXPOR ANIMAIS EM VITRINES E GAIOLAS PEQUENAS

SIMBA, BAMBI E OUTROS PERSONAGENS DA DISNEY, CONTRA O COMÉRCIO DE PELES

CHIMPANZÉS, BONOBOS, GORILAS E ORANGOTANGOS SOFREM COM O COMÉRCIO ILEGAL