Campanha pede pelo fim da tortura de porcas

  • atualizado: 
tortura de porcas

Muitas pessoas não têm ideia do sofrimento pelo qual muitos animais são submetidos pela indústria de alimentos. As porcas são desses muito animais torturados com métodos extremamente cruéis.

Para que nós, humanos, tenhamos alguma ideia do que as porcas passam, o Fórum Nacional de Proteção e Defesa Animal propôs a pedestres que passavam em frente ao MASP, em São Paulo, o desafio de ficarem enjaulados, assim como as porcas ficam em minúsculas celas de gestação, destinadas à reprodução de carnes dos filhotes para abastecer o mercado consumidor do Brasil.

Método usado no Brasil

Esse método cruel é proibido em mais de 30 países, mas no Brasil as porcas passam praticamente toda a vida presas em uma gaiola. Os países membros da União Europeia, Austrália, Nova Zelândia, Canadá, Índia, África do Sul e diversos estados norte-americanos já aprovaram leis ou acordos abolindo ou restringindo a prática.

O Brasil é o quarto maior produtor e exportador de carne suína do mundo. Logo, um produtor desse porte não pode ter como prática industrial um método tão cruel.

Sofrimento das porcas

As porcas confinadas em gaiolas sofrem estresse, angústia, distúrbios mentais, paralisias nas pernas e pés, problemas cardiovasculares, além de dolorosas infecções urinárias.

Para piorar, elas passam por todos esses males em períodos de gestação, em gaiolas que têm aproximadamente o mesmo tamanho do animal. Elas ficam quatro anos de suas vidas sem sequer andar ou se mexer dentro da gaiola. Atualmente, cerca de 1,7 milhão de porcas parideiras estão nos sistemas industriais de nosso país.

Campanha para acabar com o sofrimento das porcas

O Fórum Animal lançou uma campanha para forçar o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), a Associação Brasileira de Criadores de Suínos (ABCS) e a Associação Brasileira de Proteína Animal (ABPA) para realizarem uma mudança urgente por meio de uma normativa.

Se você é contra essa prática e quer mostrar a sua indignação, apoie a campanha do Fórum Animal, assine aqui a petição online e compartilhe-a nas suas redes sociais.

Acesse o site www.torturadeporcas.com.br e veja a lista suja das marcas que adotaram insuficientemente as políticas para o fim das gaiolas e as marcas que ainda não tomaram nenhuma providência. Mas o ideal seria mesmo não consumir carne de porco. Os motivos, entre eles os maus-tratos, você pode ver no artigo abaixo.

Leia mais: CARNE DE PORCO: PENSE BEM ANTES DE COMÊ-LA

Especialmente indicado para você:

ELEFANTES TORTURADOS PELO TURISMO: ASSINE A PETIÇÃO PARA ACABAR COM OS MAUS-TRATOS

SÃO PAULO PROÍBE PRODUÇÃO E COMERCIALIZAÇÃO DE FOIE GRAS