Arturo, o urso polar, morre só e triste

arturo-urso

No ultimo dia 3 morreu Arturo, um urso polar que estava há 23 anos no Zoológico de Mendoza, na Argentina.

O urso, de 31 anos, fora trazido dos EUA há 23 anos e vivia em condições péssimas - o calor de 40 ºC e a solidão haviam feito deste o urso mais triste do mundo, segundo os jornais.

Desde 2012, quando morreu seu companheiro, Pelusa, Arturo estava em um processo depressivo generalizado agravado pelas temperaturas insuportáveis para esse grande mamífero, que é natural das estepes geladas do Polo Norte.

Este grande e triste urso branco foi objeto de uma campanha mundial para sua libertação dadas as péssimas condições de vida em que o tinham os administradores do zoológico argentino.

No entanto, as campanhas não tiveram êxito.

arturo3

arturo2

O Zoológico de Mendoza foi fechado ao público no começo do mês passado depois que 64 animais morreram por contágio bacteriano agravado pela situação de superlotação, entre dezembro e maio. Atualmente, este Zoológico tem 2000 espécies animais em cativeiro.

Abaixo você poderá ver o filme da AFP que mostra o urso polar Arturo em 2014

Especialmente indicado para você:

INAUGURADO HÁ QUASE 150 ANOS, ZOOLÓGICO DE BUENOS AIRES É FECHADO

EAT FOR THE PLANET: CUSTO AMBIENTAL DA PRODUÇÃO ANIMAL

O URSO-POLAR DESNUTRIDO: AS TERRÍVEIS CONSEQUÊNCIA DO DERRETIMENTO DO GELO