A terrível foto do urso-polar obrigado a buscar comida no lixo

urso no lixo

No imaginário coletivo, os ursos-polares se encontram em paisagens maravilhosas, circundadas pelo branco da neve pelos tons de azul quando estes se dirigem ao mar em busca de alimentos. Mas estas belas imagens nem sempre refletem a realidade.

É o que se conclui de uma triste foto tirada em Manitoba, no Canadá, onde um urso-polar aparece buscando alimento em um aterro sanitário.

O cenário não é mais o da tundra ártica. Lixo e mais lixo emolduram a foto de Jenny E. Ross pertencente à International League of Conservation Photographers (iLCP).

Uma cena que dá a extensão exata dos danos que estamos causando ao planeta e aos seus inocentes habitantes do reino animal.

A foto foi tirada perto do aterro de Churchill, na província canadense de Manitoba. O urso se encontrava à terra devido à falta de gelo do mar e estava em busca de alimento.

Nesta região, as alterações climáticas são evidentes. As temperaturas continuam subindo e os ursos-polares de toda a área são agora obrigados a permanecerem à terra por períodos mais longos e longe de suas áreas de caça.

As emissões dos gases de efeito de estufa causadas pelas atividades humanas, contribuíram para as grandes perdas de gelo marinho. Quanto mais altas as temperaturas, mais quentes os mares se tornam e mais gelo se derrete.

Os ursos-polares se veem forçados a viajarem mais para encontrarem comida, enquanto o desenvolvimento humano se expande ainda mais em seus territórios. Isso cria uma outra ameaça para esses animais: a presença do nosso lixo.

Enquanto poluímos o ar com toneladas de gases de efeito estufa, poluímos o solo com nossa grande quantidade de resíduos. Em média, descarregamos a cada ano cerca de 8,8 milhões de toneladas de resíduos plásticos nos oceanos.

"Agora a vida para os ursos polares é cada vez difícil", explica a 'International League of Conservation Photographers.

Uma imagem que fala por mais de mil palavras.

Leia também:

setaO URSO-POLAR DESNUTRIDO: AS TERRÍVEIS CONSEQUÊNCIA DO DERRETIMENTO DO GELO

setaUM ANO SEM PRODUZIR LIXO: A EXPERIÊNCIA DE UMA BRASILEIRA

Fonte e foto: iLCP