Um corredor ecológico para salvar primata no Amazonas

Todos os anos, cerca de 10 primatas sauim-de-coleira morrem atropelados na área urbana de Manaus, capital do estado do Amazonas. E em estradas próximas, muitos outros perecem por conta das mudanças e dos males causados pela devastação de áreas verdes locais transformadas em unidades habitacionais, muitas vezes irregulares. Este cenário coloca em risco a sobrevivência do primata, que conta com uma população aproximada de 30 mil animais em apenas três cidades do estado do Amazonas.

Além disso, o bichinho ainda enfrenta a ameaça de seu predador natural, o sauim-de-mão-dourada, que luta com o sauim-de-coleira por território e, na maioria das vezes, consegue expulsar o primata da mata, conduzindo-o aos centros urbanos onde os animais têm pouca chance de sobrevivência.

Corredor ecológico

Para tentar salvar o primata, o Movimento Ficha Verde, que se classifica como apartidário e que tem como objetivo promover o protagonismo da sociedade civil na agenda socioambiental, bem como contribuir para o monitoramento e aprimoramento das políticas públicas, iniciou campanha para a criação de um corredor ecológico, desenvolvido em parceria com o Plano de Ação Nacional para a Conservação do Saguinus bicolor (PAN Sauim-de-Coleira), entre fragmentos florestais na zona urbana.

Para alcançar este objetivo, um mural de 100 metros de altura foi pintado no último dia 5 em uma das principais avenidas da Zona Centro-Sul de Manaus, alertando sobre a necessidade da preservação do macaco, além de outras medidas, como um dia de mobilização na cidade inteira, com música e graffiti para pressionar a prefeitura e o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio, na criação do corredor.

foto: pro-sauim.org

"A gente construiu uma proposta técnica que foi apresentada para a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semmas), que criou uma comissão para discutir o assunto. Na próxima semana a gente tem uma reunião com o Ministério Público Federal no Amazonas para apresentar a proposta. Estamos com um site, nele tem uma ferramenta que direciona para o 'Fale com Prefeito', do site da prefeitura. A gente está convidando o pessoal a entrar e mandar esse e-mail ao prefeito, para pressionar para que realmente crie o corredor ecológico", disse Carolle Larcon secretária executiva do Movimento Ficha Verde.

Sem a ajuda da população e do poder público, Carolle não acredita que o projeto saia do papel:

"O traçado do corredor ecológico é, resumidamente, saindo do parque do Mindu, passando pelo parque Sumauma e conectando com a Reserva Ducke. Com essa ligação entre essas áreas verdes essa população [de primatas] consegue se conectar com outros grupos e se tornar uma população viável, agora estão isolados em pequenas ilhas de floresta dentro da cidade", conclui.

Qualquer pessoa pode contribuir enviando e-mail para o prefeito da cidade. A ferramenta está disponível no site www.pro-sauim.org, lançado em 4 de dezembro.

Hoje já foi apresentado ao Secretário Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade de Manaus uma proposta técnica da criação do corredor ecológico, que irá criar uma comissão especial para avaliar o pedido e apresentá-la ao prefeito.

Leia também:

Fonte foto capa: fichaverde