População de ursos-pandas cresce na China

População de ursos-pandas cresce na China

De todas as espécies em risco de extinção no mundo (só no Brasil há cerca de 650 espécies nativas ameaçadas), o urso-panda ou panda-gigante (nome científico: Ailuropoda melanoleuca) talvez seja o espécime mais famoso no mundo sobre essa ótica. Felizmente, os cuidados com os sobreviventes do urso-panda na China estão gerando resultados importantes. Segundo o censo do órgão da Administração Federal Estatal, a população de pandas-gigantes aumentou em 268 animais, saltando para um total de 1864 pandas selvagens, desde o último censo feito no ano de 2013.

O censo atual começou no ano de 2011 e levou três anos para terminar. O levantamento foi feito principalmente na província de Sichuan, onde três quartos da população de pandas-gigantes vivem.

Outra informação do censo é referente ao aumento dos pandas em cativeiro, que cresceu em 211 animais, mais do o dobro registrado anteriormente.

Infelizmente para o panda gigante e o futuro de sua espécie, o censo apontou, assim como o último de 2003, que o crescimento econômico chinês continua sendo o maior perigo para a preservação do animal e do seu habitat.

Essa é uma notícia péssima por se tratar da China, país que mais cresce no mundo e que precisa de um crescimento próximo dos 10% para manter sua capacidade de fornecer infraestrutura, trabalho e alimentação para sua enorme população. Além de que, em breve, deve crescer tanto e até superar a maior potência financeira, os Estados Unidos.

Crescimento econômico significa investimento em infraestrutura sempre, principalmente quando se trata de um país dinâmico como a China, cujas estradas já cobrem 832 quilômetros do habitat natural dos pandas gigantes e não há previsão de diminuição, muito pelo contrário, a invasão da “civilização” deve continuar meio ambiente adentro.

Outros fatores, segundo o levantamento, atrapalham a perspectiva de preservação do urso-panda e a sua retirada da lista de animais em risco de extinção. Algumas delas até de conhecimento do grande público, como a famosa lentidão do panda para se reproduzir e, claro, a estupidez humana, traduzida na caça predatória a mais este belo espécime da natureza.

Leia também:

seta

CACHORROS-PANDAS: A NOVA LOUCURA CHINESA

Fonte foto: wikipedia.org