Erupção vulcânica causa mortes no Japão

Erupção vulcânica causa mortes no Japão

Sem aviso prévio, o Monte Ontake, o segundo vulcão mais alto do Japão, acordou no sábado fazendo uma enorme nuvem de fumaça ao meio-dia, horário local. Um grande estrondo, seguido pela erupção, ameaçou matar 250 pessoas, provocando a morte de 12 excursionistas, número até o momento confirmado oficialmente.

As mortes foram provocadas pela grande explosão de cinzas e gases tóxicos. O vulcão se despertou em um péssimo momento, pois era um sábado ensolarado com céu claro e temperatura agradável, condições perfeitas para uma caminhada pela montanha. Pelo menos 250 pessoas tinham chegado ao cume, a 3.067 metros de altura. De repente, um som como o de um trovão, seguiu-se poucos instantes depois de uma nuvem de gás e fumaça que subia ao céu e logo cobriu toda a área circundante, causando a morte de algumas pessoas por asfixia e parada cardíaca.

Sobreviventes disseram que a nuvem era tão grande que bloqueava a luz solar, ocasionando uma total escuridão.

"Não é necessariamente o tamanho da erupção que conta, mas também a proximidade que as pessoas estão do vulcão", disse Koshun Yamaoka, um vulcanólogo da Universidade de Nagoya. "Mesmo pequenas erupções podem causar sérios danos se as pessoas estiverem na área. E o problema é que capturar os sinais dessas pequenas erupções é muito difícil."

Inicialmente, havia 45 desaparecidos, mas as operações de resgate com helicópteros e mais de 500 soldados, policiais e bombeiros, permitiram salvar algumas pessoas, presas nas montanhas.

"Por um tempo, eu ouvi um trovão várias vezes", disse Shinichi Shimohara, que trabalha em um santuário no sopé da montanha. "Pouco depois, alguns alpinistas começaram a correr montanha abaixo. Estavam todos cobertos de cinzas, completamente brancos. "

De acordo com a televisão japonesa NHK, muitos moradores foram obrigados a fugir de suas casas. De acordo com a previsão Agência Meteorológica do Japão nos próximos dias pode haver novas erupções com riscos para a população que vive dentro de 4 km de distância do Monte Ontake.

No Japão, erupções vulcânicas são muito freqüentes. Mas é a primeira vez, desde a erupção de 1991, que um fluxo piroclástico formado por cinzas vulcânicas provoca mortes.

Fonte fotos: JapanToday