/informar-se/ambiente/8523-incendios-indonesia-sumatra-cingapura

Os incêndios continuam. Agora na Indonésia e na floresta de Sumatra. A fumaça chega à Singapura!

  • atualizado: 
Incêndios

Após os vários incêndios ocorridos este ano em lugares como as regiões árticas, a Amazônia e a África Subsaariana, o fogo e as chamas dessa vez estão incendiando as florestas da Indonésia.

Enormes incêndios de origem proposital estão afetando grandes áreas das florestas indonésias

Os incêndios foram provocados pelo homem com o objetivo de abrir espaço para novas plantações de óleo de palma, os dendezeiros (palmeira-de-dendê), e para agravar a situação, as chamas estão se espalhando devido ao clima seco.

As áreas mais afetadas estão na ilha de Sumatra e Bornéu, onde seis províncias da Indonésia declararam estado de emergência.

Os detentores de concessões comerciais para exploração de plantações atearam fogo às florestas principalmente para dar espaço às fazendas produtoras de óleo de palma, das quais a União Européia é um grande importador.

Por causa dessa prática, desde o início do ano até maio, de acordo com o Ministério do Meio Ambiente da Indonésia, mais de 40 mil hectares de florestas foram devastadas e perdidas, o dobro do ano passado.

A destruição das florestas é uma das principais causas do aquecimento global, alterações climáticas e a extinção de espécies animais e vegetais. A proteção das florestas é uma das poucas soluções eficazes que temos de responder e reduzir à essa crise climática.

Além de destruir milhares de hectares de floresta, por em risco a vida de espécies animais e injetar grandes quantidades de dióxido de carbono na atmosfera, os incêndios causam a intoxicação e a morte de milhares de pessoas.

A fumaça dos incêndios perdura por vários dias em grandes áreas da Indonésia e, por causa do vento, está se espalhando para a Malásia e Singapura.

O ar poluído causa problemas respiratórios, tosse intensa, coceira e ardência nos olhos. As autoridades decidiram fechar escolas em diferentes províncias e aconselham a população a usar máscaras para se proteger da fumaça e da toxidade do ar, mas a cada ano estima-se que pelo menos 110 mil pessoas morrem no Sudeste Asiático devido à fumaça tóxica provocada pelos incêndios.

Ambientalistas estão pedindo ao governo para aumentar o controle e a vigilância nas florestas, aplicando as leis que proíbem os incêndios, mas os interesses econômicos parecem falar mais alto!

Lamentável!

Talvez te interesse ler também:

VEM AÍ UM FUTURO DE INCÊNDIOS SEM CONTROLE, ADVERTEM ESPECIALISTAS

AS ABELHAS QUE RECUPERAM A VEGETAÇÃO APÓS INCÊNDIOS

CONSUMO DE CARNE E QUEIMADAS NA AMAZÔNIA: TUDO A VER

siga brasile pinterest

Você está no Pinterest?

As fotos mais bonitas sempre contigo!

siga brasile instagram

Você está no Instagram?

Curta as mais belas fotos, dicas e notícias!