O agronegócio como grande devastador pelo mundo

agronegócio

No período entre 2000 e 2012, as atividades de agricultura e pecuária, combinadamente, foram responsáveis por, nada mais nada menos, que 50% de toda a devastação ocorrida em países tropicais.

Somente em nosso país, 90% de toda a derrubada de florestas, realizada fora da lei, ocorreu para que fosse dado espaço para a soja e para o pasto de gado. Todas essas informações foram divulgadas no último dia 11 de setembro de 2014, pela prestigiada ONG norte-americana Forest Trends.

Entre as fontes consultadas para o levantamento encontram-se: relatórios da FAO – Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura –, rastreamento via satélite e cerca de 300 publicações científicas. Todo esse trabalho foi empreendido em três anos – 2011 a 2014.

É importante destacar que uma parcela significativa dessa produção de gado e grãos é para exportação – 75% da soja e 17% da carne – que tem como destino os EUA, a União Europeia, Índia, China, Rússia e outras nações.

O Brasil rivaliza com a Indonésia, em termos de produtos agrícolas com objetivo de exportação.

Tudo o que é obtido em terras desmatadas acaba, de um modo ou de outro, resultando em produtos de limpeza, indústria de alimentos, de cosméticos, entre outras.

Seria muito válido se os países que compram tais produções se preocupassem com a origem das mesmas, porque ajudariam a coibir o desmatamento; infelizmente, não é algo que preocupe a maioria dos governos. Afinal de contas, trata-se de um mercado que movimenta por volta de R$ 140 bilhões. Você acha que os agroempresários irão se preocupar com algo como impacto ambiental?

O Brasil continua sendo o líder mundial desse tipo de crime ambiental, embora tenha percebido uma grande diminuição, a partir do ano de 2004. Mais de 70% do total de desmatamento para o plantio foi reduzido.

Cadastro Ambiental Rural

O CAR é uma grande esperança para mudar esse quadro. Essa iniciativa, que encontra amparo no novo Código Florestal Brasileiro, definirá que os estados da federação enviem ao governo federal todas as autorizações dadas para derrubada de árvores, já que muito do desmatamento é causado pelos próprios proprietários de terra.

Leia também: Cadastro Ambiental Rural deverá monitorar o desmatamento